Grande Prêmio

Surpresa na Stock Car, zebra na MotoGP, mas o esperado na Indy: como foi a sexta-feira de treinos livres

Julio Campos e Rafael Suzuki brigaram pelas primeiras posições na abertura das atividades da Stock Car no Velopark. Na MotoGP, não deu Marc Márquez em Austin, como se previa. Diferente da Indy, que teve Josef Newgarden na frente em Barber
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Top 20/04 Noite
Uma sexta-feira (20) de leve surpresa na Stock Car, uma zebra considerável na MotoGP e uma confirmação na Indy — mas por pouco. Assim foi o dia de treinos livres nas três categorias que disputam neste fim de semana etapas, respectivamente, no Velopark, no Circuito das Américas e em Barber.

O GRANDE PRÊMIO reune aqui um resumo do que aconteceu nas atividades de cada uma delas e dá a opção para você se aprofundar um pouco mais em detalhes.
Julio Campos (Foto: Duda Bairros/Vicar)
É ele? Não, é de outro. Mas não são os de sempre

Parecia que Rafael Suzuki ia ser a surpresa no TL2 desta sexta-feira (20), mas outro piloto surgiu do nada no alto da tabela. Júlio Campos, pouco chamativo ao longo do dia, encontrou uma volta rápida no apagar das luzes e, com 53s697, se afirmou como o mais rápido na abertura das atividades da Stock Car no Velopark.
 
Suzuki acabou com o segundo lugar, 0s092 pior, mas em franca evolução após terminar o TL1 em 21º. O terceiro lugar ficou com Thiago Camilo, que busca inspiração na vitória de 2017 em Nova Santa Rita para dar a volta por cima no campeonato.
 
 
O top-5 ainda contou com Átila Abreu e Marcos Gomes, respectivamente quarto e quinto. César Ramos, Lucas Di Grassi, Felipe Fraga, Vitor Genz e Daniel Serra fecharam o top-10.
 
Os carros da Stock Car voltam à pista às 9h40min do sábado. No terceiro treino livre. Trata-se da última oportunidade para afinar os ajustes antes do treino classificatório.

Veja aqui tudo que aconteceu nos treinos livres da Stock Car.
Andrea Iannone (Foto: Michelin)
Márquez liderOPA, NÃO FOI ISSO QUE ACONTECEU na MotoGP?

Andrea Iannone interrompeu o domínio de Marc Márquez em Austin. O piloto da Suzuki apareceu em sua volta final na tarde desta sexta-feira (20) para tirar o titular da Honda do topo da tabela de Austin por uma diferença de 0s056.
 
Invicto no traçado texano, Márquez passou a maior parte da sessão na liderança, mas viu Iannone aparecer nos instantes finais para cravar 2min04s599 e garantir a ponta. É apenas a sexta vez em 42 sessões no traçado dos Estados Unidos que o #93 fica fora do topo da tabela.
 
0s264 atrás do ponteiro, Maverick Viñales ficou com o terceiro tempo, 0s095 melhor que Valentino Rossi, o quarto. Líder do campeonato, Cal Crutchlow completa o top-5.
 
Já 0s853 mais lento que o companheiro de equipe, Álex Rins ficou em sexto, seguido por Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso. Aleix Espargaró foi o nono, com Dani Pedrosa fechando a lista dos dez melhores.

Entenda tudo que aconteceu na MotoGP em Austin aqui.
Josef Newgarden (Foto: IndyCar)
Na Indy, um monte de bandeiras vermelhas, mas o favorito lá na frente

Depois de um festival de bandeiras vermelhas, o TL2 no Alabama teve uma ótima reta final, cheia de voltas rápidas. Assim, quem fechou a sexta-feira (20) na frente foi Josef Newgarden, que virou 1min07s435, 0s103 mais veloz que um surpreendente Spencer Pigot, da Carpenter.
 
Sébastien Bourdais quase encheu o muro, mas conseguiu crescer bem no final e ainda cravou a terceira melhor marca do dia. Will Power, que foi líder do primeiro treino, terminou com a quarta colocação depois de ficar boa parte da sessão na ponta.
 
Alexander Rossi se recuperou bem no segundo treino e ficou com a quinta posição, seguido por Scott Dixon, Ryan Hunter-Reay, Takuma Sato, Marco Andretti e Graham Rahal. 
 
Os brasileiros da Foyt continuaram sofrendo. Tony Kanaan foi apenas o 20º, enquanto Matheus Leist ficou uma posição atrás.

Saiba como foi a sexta-feira da Indy em Barber aqui.