Turismo
23/06/2018 12:45

VÍDEO: Acidente grave, engarrafamento e até incêndio marcam largada da corrida 1 do WTCR em Portugal

Robert Huff e Mehdi Bennani dividiram a primeira fila do grid da corrida 1 do WTCR no circuito urbano português de Vila Real. O britânico bateu no guard-rail e foi arremessado de volta à pista. Bennani não conseguiu evitar o impacto, e Norbert Michelisz, que vinha logo atrás, também acabou colidindo nos carros. No engarrafamento, o Hyundai de Thed Björk pegou fogo
Warm Up / Redação GP,  de Sumaré
 O estado do carro de Huff após o acidente (Foto: Reprodução)

Um acidente assustador marcou a corrida 1 da etapa de Vila Real, em Portugal, do WTCR. O certame, que substitui o antigo Mundial de Carros de Turismo, realiza sua quinta etapa neste fim de semana. Na largada da prova deste sábado (23), Robert Huff e Mehdi Bennani dividiram a primeira fila toda da Volkswagen. Mas os dois colidiram logo nas primeiras curvas e geraram um acidente de grandes proporções.
 
Huff perdeu o controle do seu Volkswagen Golf e passou reto, acertando o guard-rail. O carro foi ricocheteado de volta à pista, e Bennani não conseguiu evitar o impacto. Norbert Michelisz, que vinha logo atrás com sua Hyundai, também bateu. Os outros pilotos que seguiam o pelotão não conseguiram avançar com a pista obstruída por conta dos carros.



Em meio ao engarrafamento, Thed Björk viu seu Hyundai pegar fogo. Mas o piloto conseguiu escapar ileso e logo acenou aos fãs, confirmando sua boa condição. A corrida foi paralisada com bandeira vermelha pela direção de prova para remover os incontáveis detritos da pista e também para fazer o reparo do guard-rail, que ficou destruído.
 
“Pelo que vi, foi uma colisão entre Rob e Mehdi”, explicou Michelisz, que vinha logo atrás. “Senti um grande empurrão por trás, o que me deixou bastante irritado porque poderia ter escapado ileso ao acidente. Foi uma batida bem grande, mas não pude ver se foi culpa de Rob ou Mehdi. Da minha parte, não houve nada sério”, explicou o piloto húngaro.
 
James Thompson, que assim como todos os pilotos acabaram envolvidos na batida, também relatou o incidente entre os dois pilotos da Volkswagen. “Acho que os dois caras da frente vieram juntos, mas então eles travaram a pista, e aí todos ficaram engarrafados”, completou.
HISTÓRIA ESCRITA SEM BRILHO

REGULAMENTO TIRA BRILHO DE VITÓRIA DA TOYOTA EM LE MANS