Turismo

Chilton segura Huff e triunfa na corrida 1 do WTCC em Monza. Björk garante vitória dominante na prova 2

Na primeira corrida movimentada do WTCC em Monza, Tom Chilton teve que segurar os ataques de Rob Huff nas voltas finais para garantir a vitória. Na prova 2 do dia, Thed Björk manteve boa vantagem na liderança para conseguir triunfo dominante
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Chilton venceu corrida 1 (Foto: reprodução)
 

O WTCC disputou neste domingo (30) a sua segunda etapa da temporada, em Monza. Enquanto Tom Chilton garantiu a vitória na primeira corrida do dia, Thed Björk foi quem subiu ao degrau mais alto do pódio na segunda.
 
Logo na largada da corrida 1 no circuito italiano Chilton, que saiu de quarto, conquistou uma posição. Na sua frente uma intensa batalha pela liderança ia se desenhando entre os pilotos Mehdi Bennani e Norbert Michelisz.
 
Mas quando o titular da Honda foi fazer o mergulho para ultrapassar o adversário da Citroën, ele acabou travando os pneus, jogando os dois competidores para fora da prova. Era o que Chilton precisava para assumir a ponta do pelotão e então garantir a vitória. Nas últimas cinco voltas tom ainda teve que segurar Rob Huff, que terminou em segundo. Tiago Monteiro completou o pódio.
Chilton venceu corrida 1 (Foto: reprodução)
Na segunda prova do dia foi Thed Björk quem largou da pole-position. Mas assim que foi dada a largada Monteiro pulou para a liderança, mas sem conseguir abrir uma vantagem significativa para o restante do pelotão.
 
Duas voltas depois e o titular da Volvo reassumia a primeira colocação, colocando umaa vantagem de 1s5 para os adversários. Mesmo após um safety-car na pista, por conta de uma quebra de Tom Chilton, o sueco conseguiu manter a vantagem para subir ao degrau mais alto do pódio em prova dominante. Monteiro foi o segundo com Huff em terceiro.
Thed Björk (Foto: Reprodução)


PADDOCK GP #75 DEBATE: FERNANDO ALONSO VAI SE DAR BEM NA INDY 500?