Turismo
11/10/2015 20:25

Buhk e Abril vencem corrida principal do Mundial de GT em Zandvoort e sacramentam título da Sprint Series

Maximilian Buhk e Vincent Abril se sagraram campeões da temporada 2015 da Sprint Series do Mundial de GT. A dupla da Bentley venceu a corrida principal em Zandvoort, na Holanda
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Buhk e Abril venceram a Sprint Series do Mundial de GT (Foto: Blancpain)
Maximilian Buhk e Vincent Abril completaram a reação em grande estilo. Vencedores da corrida classificatória, os dois também deram à Bentley a vitória na corrida principal em Zandvoort e, assim, garantiram o título da temporada 2015 da Sprint Series do Mundial de GT.
 
Buhk/Abril chegou aos 135 pontos, ficando apenas oito na frente de Robin Frijns, que correu seu o parceiro Laurens Vanthoor e assegurou outro título, o de melhor no combinado Sprint e Endurance Series.
 
Chegando 1min34s675 atrás dos primeiros colocados, Cacá Bueno e Sérgio Jimenez fecharam o ano no décimo lugar na prova e em 11º e 12º na temporada, respectivamente.
Buhk e Abril venceram a Sprint Series do Mundial de GT (Foto: Blancpain)
Átila Abreu e Valdeno Brito foram melhores no campeonato e terminaram com a sétima posição. Na Holanda, entretanto, levaram um toque no início e bateram no muro, abandonando.
 
“Eu acho que foi, sim, uma temporada de sucesso, levando em consideração as deficiências do nosso carro. Conquistamos quatro pódios e considero isso bom. Foi meu primeiro ano completo. No ano passado, eu fiz duas corridas, então achei satisfatório", disse Valdeno após a prova.
 
“Fazendo um resumo da temporada, acho que foi um ano muito bom. Sabemos das limitações que a gente teve de equipamento, mas a equipe sempre trabalhou muito e se esforçou bastante. Fico feliz por ter participado do projeto. Agradeço também ao Valdeno”, afirmou Átila também elogiando a participação do time.