Truck

Vice-campeão da Copa Truck, Giaffone diz que vitória em Curitiba foi a “mais amarga da vida”

Felipe Giaffone foi segundo na corrida 1 e primeiro na segunda prova da Copa Truck em Curitiba. Mesmo com o triunfo na última corrida da temporada 2018, acabou perdendo o título para Roberval Andrade
Warm Up / VINÍCIUS PIVA, de São Paulo
 Felipe Giaffone (Foto: Duda Bairros)
Vencer traz as melhores sensações, mas nem sempre é suficiente para que a alegria seja completa. Felipe Giaffone experimentou um lado amargo do primeiro lugar no último fim de semana em Curitiba, na decisão do título brasileiro da Copa Truck.
 
Giaffone venceu a corrida 2 no circuito paranaense, a última da temporada 2018 da Copa Truck, mas acabou perdendo o título para Roberval Andrade, o segundo colocado, por uma diferença de apenas dois pontos.
 
Assim, o piloto classificou a vitória como a mais amarga da vitoriosa carreira.
Felipe Giaffone chegou à frente de Roberval Andrade, mas não foi o suficiente (Foto: Duda Bairros)
"Um ano fantástico, sete vitórias, mas foi a vitória mais amarga da minha vida, não era suficiente só a vitória. Essa vez foi do Roberval, faz parte do jogo. Sempre quero estar competitivo, eu estou competitivo, e isso é o que dá o ânimo para o ano que vem", diz o piloto que mais venceu no ano.
 
E por qual motivo o título não veio no fim? Giaffone diz que um problema no caminhão quando liderava a primeira corrida do dia foi o fator determinante para terminar com o vice-campeonato.
 
"O problema que tive na primeira corrida fez toda a diferença, o turbo soltou do coletor, começou a vazar e eu perdi potência. Uma pena", diz o representante da Volkswagen, que acabou ultrapassado nas voltas finais pelo próprio Roberval e acabou em segundo lugar.