Truck

Dirani lembra “fim de semana especial e abençoado” e fala em levar novo olhar à Copa Truck

Agora piloto e chefe de equipe, Danilo Dirani vem de duas vitórias dominantes em Goiânia, logo na corrida de estreia da PPD. O #28 falou ao GRANDE PRÊMIO da expectativa para a etapa de Buenos Aires, bem como de sua missão junto à Copa Truck
Warm Up / VINÍCIUS PIVA, de São Paulo / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Danilo Dirani aposta muito na Copa Truck (Foto: Rodrigo Ruiz)
Danilo Dirani chega a Buenos Aires em alta. O dono do caminhão Mercedes-Benz #28 vem de duas vitórias em Goiânia, logo na estreia como piloto e chefe da equipe PPD. Mas, apesar do ótimo início na Copa Truck, Dirani mantém os pés nos chão para a primeira prova internacional da categoria.
 
Cauteloso, Dirani diz que prefere fazer a lição de casa bem feita e não colocar a vitória como meta principal na etapa argentina. E, se por acaso a chance de triunfar aparecer, que seja a coroação de um bom trabalho realizado dentro e fora da pista.
 
“Vamos ver como vai ser. A expectativa é a mesma de quando fui para Goiânia, ou seja, não vou esperar vencer, mas sim fazer o negócio direitinho, acontecer, e o resultado que vier, se vier a vitória, vai ser a cerejinha do bolo doce”, afirma.
Danilo Dirani e seu novo caminhão Mercedes (Foto: Rodrigo Ruiz)
Dirani também falou sobre o novo momento que vive dentro da Copa Truck, agora como piloto e dono de equipe. O paulistano aposta muito na evolução da categoria e se mostra bastante animado em fazer parte do evento.
 
“Foi realmente um fim de semana especial e abençoado. Sempre estive na busca por estar disputando na frente em qualquer categoria em que estivesse. E acredito muito na Copa Truck, na sua evolução, no seu crescimento, e sabia que, para estar lá dentro, tinha de montar uma coisa minha, própria”, explica. 
 
“Acho que a categoria também precisa de equipes novas, com uma estrutura bacana, tanto na parte de organização como da pista, mesmo, então esse é meu plano agora para a equipe, ajudá-la a crescer passo a passo no sentido geral, estrutura de box, dos mecânicos, da postura, dos procedimentos de corrida e que antecedem ao fim de semana de corrida. É levar um novo olhar para a categoria porque, como disse, acredito que ela vai crescer bastante”, projeta o #28.