Superbike

Rea se impõe na corrida 2 na Argentina e faz história com 10ª vitória seguida no Mundial de Superbike

Em grande fase, Jonathan Rea se impôs na corrida 2 do Mundial de Superbike em San Juan Villicum e fez história como o primeiro piloto a vencer dez provas consecutivas em uma temporada da série de produção
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Jonathan Rea (Foto: Provec)
LEIA TAMBÉM
 Ana Carrasco: a campeã que mudou as regras de um esporte dominado por homens

Jonathan Rea segue imbatível. Mesmo com o tetracampeonato garantido, o piloto da Kawasaki permanece faminto e aproveitou o domingo (14) para, mais uma vez, colocar seu nome na história, desta vez como o primeiro a conquistar dez vitórias seguidas no Mundial de Superbike.
 
Vencedor da primeira perna da rodada dupla argentina, Jonathan não teve um início de corrida dos mais fáceis. O #1 entrou no top-5 tão logo as luzes se apagaram, mas erros no fim do primeiro giro e no começo do segundo facilitaram as ultrapassagens de Alex Lowes e Chaz Davies e a pressão de Marco Melandri.
Jonathan Rea já garantiu o tetracampeonato (Foto: Provec)
Rea, porém, não tardou a iniciar a reação. O norte-irlandês aproveitou um erro de Davies na curva 1 para passar e, na sequência, apostou no vácuo da reta oposta pra deixar o #22 pelo caminho. Toprak Razgatlioglu errou em seguida, facilitando a aproximação de Johnny.
 
Após quatro giros, Xavi Forés já exibia 3s de vantagem em relação ao campeão antecipado, mas isso não foi o bastante para parar Rea. Descontando cerca de 1s por volta, Jonathan logo chegou no espanhol e tomou a ponta na oitava volta.
 
Forés ainda tentou mostrar resistência e recuperou a ponta na reta oposta do traçado de Villicum, mas Rea logo tomou a posição e tratou de disparar na ponta para receber a bandeirada ao fim de 21 voltas com 3s273 de vantagem.
 
Melandri, então, garantiu a terceira colocação depois de um longo e intenso duelo com Davies, o quarto. Com uma segunda meta de prova forte, Tom Sykes ficou em quinto, à frente de Lowes e Razgatlioglu.
 
Lorenzo Savadori recebeu a bandeirada na oitava colocação, à frente de Michael van der Mark. Jake Gagne completa o lista dos dez primeiros na corrida 2 da Argentina. Correndo em casa, Leandro Mercado ficou em 12º.
Jonathan Rea venceu as últimas dez corridas de 2018 (Foto: Provec)
Restando apenas a rodada dupla do Catar, Rea já acumula 520 pontos, 172 a mais que Davies, o segundo colocado. Com 24 tentos a menos que o piloto da Ducati, Van der Mark aparece em terceiro, seguido por Sykes, Melandri, Lowes, Forés, Razgatlioglu, Eugene Laverty e Savadori.
 
Na disputa entre os Construtores, a Kawasaki já assegurou o título e, com 545 pontos, tem 97 de frente para a Ducati, a segunda colocada. Yamaha vem em terceira, à frente de Aprilia, Honda, BMW, MV Agusta e Suzuki.