Superbike
23/05/2017 07:52

Presidente exalta “personalidade alegre e magnética” e agradece “imensurável contribuição” de Hayden à Honda

Presidente da Honda, Takahiro Hachigo prestou um tributo à Nicky Hayden. Dirigente destacou personalidade alegre e magnética do norte-americano e agradeceu imensurável contribuição do piloto à marca
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Nicky Hayden (Foto: Graeme Brown/Red Bull Content Pool)

Presidente da Honda, Takahiro Hachigo prestrou um tributo à Nicky Hayden, que morreu na segunda-feira (22) em decorrência das sérias lesões sofridas ao ser atropelado nas cercanias de Rimini quando andava de bicicleta
 
Presidente, diretor-executivo e diretor representante da Honda Motor Company, Hachigo se disse chocado e profundamente entristecido com a morte do piloto de 35 anos e exaltou a contribuição do norte-americano de “personalidade alegre e magnética” com a fábrica da asa dourada.
 
Hayden conquistou o título de 2006 da MotoGP vestindo as cores da Honda e atualmente defendia a marca no Mundial de Superbike. 
Honda prestou tributo a Nicky Hayden (Foto: Markus Berger/Red Bull Content Pool)

“Estou chocado e profundamente entristecido com a notícia da morte de Nicky Hayden”, declarou Hachigo. “Nicky foi um piloto bem sucedido no motociclismo de pista desde cedo e contribuiu enormemente com as atividades de corrida de moto da Honda, com feitos como a conquista do título da MotoGP como um piloto de fábrica da Honda em 2006”, continuou.
 
“Seu estilo de pilotagem agressivo e personalidade alegre e magnética foram uma inspiração para muitos fãs”, apontou. “A Honda aprecia a imensurável contribuição de Nicky como um piloto da Honda e expressa sua mais profunda condolência à família e aos amigos de Nicky”, concluiu.
 
Presidente da HRC, a divisão esportiva da Honda, Yoshishige Nomura também fez um tributo ao piloto e prestou condolências à família de Hayden.
 
“Nicky foi um amigo e um membro da família HRC tão próximo que é muito difícil acreditar que ele se foi. Juntos, nós conquistamos dois títulos no AMA [o campeonato norte-americano] e a coroa de 2006 da MotoGP, e, até o acidente, o ele estava dando 100% para levar sucesso à equipe Red Bull Honda World Superbike”, falou. “Nicky foi um grande piloto e um campeão, mas ele era uma pessoa ainda melhor. Nós sempre tivemos o máximo respeito pelo espírito de corrida dele e pelo comprometimento que mostrou em cada ocasião. Ao mesmo tempo, a personalidade charmosa dele o tornou um favorito dentro de todo o mundo do motociclismo e fãs de corrida por toda parte”, continuou.
 
“Na HRC, nós nunca esqueceremos Nicky, que era muito um de nós. Todos na HRC estão profundamente tristes, mas vamos lembrar de muitas memórias especiais que compartilhamos com ele. Nossos corações e pensamentos estão com a família dele neste momento difícil”, encerrou.
MENINO THOMAS MOSTRA LADO HUMANO DA F1 E AQUECE ATÉ CORAÇÃO DO ‘HOMEM DE GELO’ RÄIKKÖNEN