Superbike

Mundial de Superbike confirma acordo de três anos e anuncia etapa na Irlanda do Norte a partir de 2019

A Dorna, organizadora e promotora do Mundial de Superbike, anunciou nesta quinta-feira que a Irlanda do Norte vai fazer parte do calendário da competição a partir de 2019. O circuito de Lake Torrent, que vai começar a ser construído neste ano, terá extensão de 3,6 km e 12 curvas. A expectativa é que, na fase de construção, o novo traçado estimule a criação de 700 postos de emprego
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 A Irlanda do Norte vai receber o Mundial de Superbike no circuito de Lake Torrent (Arte: Mundial de Superbike)

O Mundial de Superbike vai ter um novo destino a partir da temporada 2019. A Dorna, empresa organizadora e promotora da competição, em conjunto com a construtora Manna Developments, anunciou um acordo com a Irlanda do Norte para sediar a categoria até 2021. A sede norte-irlandesa do Mundial vai ser o circuito de Lake Torrent, que terá o início da sua construção ainda neste ano pela Manna e deverá gerar, no prazo de 18 meses, cerca de 700 postos de emprego. O novo traçado vai ficar localizado em Coalisland, no distrito de County Tyrone, distante 40 minutos da capital da Irlanda do Norte, Belfast.
 
A intenção da Manna Developments é tornar Lake Torrent um grande polo esportivo e de geração de empregos não apenas visando o turismo, mas também negócios e engenharia. Ao todo, a área à disposição da construtora para o novo circuito é de cerca de 163 hectares. Vai ser a primeira vez que o Mundial de Superbike realizará uma etapa na Irlanda do Norte.
 
David Henderson, diretor da Manna Developments, disse que a construção do circuito de Lake Torrent é o começo da realização de um objetivo há muito tempo traçado. “Nos últimos 15 anos, esse foi meu sonho, construir um circuito para o esporte a motor que incorporasse a sensação de estar numa estrada com a segurança de uma pista de padrão internacional, e também trazer o Mundial de Superbike para a Irlanda do Norte”.
A Irlanda do Norte vai receber o Mundial de Superbike no circuito de Lake Torrent (Arte: Mundial de Superbike)
“Tendo finalmente encontrado a localização perfeita e alcançar a permissão para seu planejamento no ano passado, hoje vemos a concretização deste sonho, e é um dia em que apenas vai ser superado quando vermos os 30 mil espectadores visitando Coalisland para a primeira etapa do Mundial de Superbike na Irlanda do Norte”, afirmou o executivo.
 
“É um marco histórico para a cidade de Coalisland, o distrito de Tyrone e, de fato, para toda a Irlanda do Norte, uma vez que nós comemoramos a realização do nosso sonho de criar uma arena de caráter internacional e que vai tornar-se um local para trazer competições regionais, nacionais e internacionais por muitos anos”, complementou Henderson.
 
Quem também comemorou a entrada de uma nova praça no calendário do Mundial de Superbike foi a Dorna por meio do seu diretor-executivo, Daniel Carrera. “Estamos muito felizes por trazer a Irlanda do Norte como um destino para o Mundial de Superbike. O circuito de Lake Torrent é um projeto fantástico e que vai entregar instalações de alto nível para os competidores e espectadores. Estamos orgulhosos pelos representantes da Manna Developments terem escolhido o Mundial de Superbike como principal evento para promover o circuito e a região internacionalmente”.
 

“Sabemos que uma gestão adequada deste tipo de estrutura pode proporcionar à comunidade local novas oportunidades em termos de negócios, criação de empregos, lazer e turismo. Com a longa tradição e cultura no motociclismo na Irlanda do Norte, tenho certeza de que este evento pode se tornar uma referência em nosso campeonato num futuro próximo”, finalizou o dirigente.
 
Para a temporada 2018 do Mundial de Superbike, outra novidade é a entrada da Argentina no calendário, com a construção do circuito de El Villicum, na província de San Juan. A rodada dupla no país está marcada para os dias 13 e 14 de outubro. A abertura da temporada 2018 do Mundial de Superbike acontece no próximo 24 de fevereiro, e o calendário terá ao todo 26 etapas, sendo 13 rodadas duplas.