Superbike

Melandri bate Rea na volta final por 0s021 e repete vitória em corrida 2 marcada por pit-stop obrigatório em Phillip Island

Marco Melandri completou um fim de semana impecável em Phillip Island ao repetir um feito que tinha conseguido pela última vez em 2014 e vencer as duas provas da rodada do Mundial de Superbike. Em uma prova que contou com pit-stop obrigatório por conta da durabilidade do pneu Pirelli, o italiano bateu Jonathan Rea na volta final por 0s021 e ficou com o triunfo na corrida 2 da Austrália. Xavi Forés ficou com o terceiro posto
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Marco Melandri e Jonathan Rea definiram corrida 2 na linha de chegada (Foto: Divulgação/WSBK)

Marco Melandri não podia ter sonhado com um início de temporada melhor. Depois de vencer a primeira perna da rodada dupla da etapa de Phillip Island do Mundial de Superbike, o #33 repetiu a dose neste domingo (25), replicando um feito que tinha alcançado pela última vez em 2014.
 
Em um fim de semana marcado por pit-stops obrigatórios por conta da durabilidade dos pneus Pirelli, que sofreram em excesso com o exigente asfalto australiano, Melandri lançou mão de uma estratégia similar à empregada na prova de sábado e tratou de escalar o pelotão depois de uma troca de pneus que transcorreu sem maiores problemas.
Marco Melandri e Jonathan Rea definiram corrida 2 na linha de chegada (Foto: Divulgação/WSBK)

Logo na largada, foi Jonathan Rea quem se instalou na liderança, mas o top-10 permaneceu em uma disputa apertada. Eugene Laverty, então, tomou a ponta e abriu margem, mas acabou caindo pouco depois.
 
Rea e Melandri passaram a brigar com Chaz Davies, Leon Camier, Tom Sykes, Xavi Forés, Michael van der Mark e Alex Lowes, com o piloto da Barni sendo o primeiro dos ponteiros a ir para os boxes para cumprir o pit-stop obrigatório. O #1 e o #60 pararam logo atrás. 
 
No giro seguinte, Davies liderou os outros quatro na parada e, quando todos estavam de volta à pista, o posicionamento na tabela era praticamente o mesmo da primeira parte da disputa.
 
A corrida de Chaz, entretanto, não foi muito mais longe, já que o britânico caiu pouco depois, abandonando a disputa. Forés, então, assumiu a ponta, seguido de perto por Rea, Sykes, Melandri, Van der Mark, Lowes e Camier.
 
Campeão vigente, Rea conseguiu tomar a ponta e passou a abrir vantagem, mas Melandri apareceu faminto em busca do segundo triunfo do fim de semana. Marco passou Sykes na curva um e tratou a perseguir Rea.
 
Sem espaço para tentar uma manobra na primeira curva de Phillip Island, Melandri seguiu insistindo, colado em Rea, mas só conseguiu uma manobra eficiente na curva final, definindo a disputa em um photo-finish, com os dois separados por apenas 0s021. Marco, assim, conquistou sua primeira dobradinha no Mundial de Superbike desde a etapa de Jerez em 2014, ainda com a Aprilia.
 
Forés ficou com o terceiro posto, seguido por Sykes. Lowes aparece na sequência, escoltado por Camier e Van der Mark.
Marco Melandri, Jonathan Rea e Xavi Forés formaram o pódio da corrida 2 na Austrália (Foto: Divulgação/WSBK)

Agora na MV Agusta, Jordi Torres recebeu a bandeirada na oitava colocação, à frente de Loris Baz, que volta ao certame depois de uma passagem pela MotoGP. O estreante Toprak Razgatlioglu completa a lista dos dez melhores.
 
Com o resultado desta primeira etapa da temporada, Melandri somou 50 pontos e lidera o Mundial de Pilotos com 17 de vantagem para Sykes. Rea ocupa o terceiro posto na tabela, à frente de Forés, Lowes, Camier, Davies, Van der Mark, Baz e Mercado.
 
Mundial de Superbike, Austrália, Phillip Island, Corrida 2, Final:
 
1 33 MARCO MELANDRI ITA DUCATI
PANIGALE R
34:42.633 22 voltas
2 1 JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
+0.021  
3 12 XAVI FORÉS ESP BARNI
DUCATI PANIGALE R
+0.304  
4 66 TOM SYKES ING KAWASAKI
ZX-10R
+1.488  
5 22 ALEX LOWES ING YAMAHA
YZF-R1
+2.474  
6 2 LEON CAMIER ING HONDA
CBR1000RR SP
+2.745  
7 60 MICHAEL VAN DER MARK HOL YAMAHA
YZF-R1
+3.098  
8 81 JORDI TORRES ESP MV AGUSTA
1000 F4
+14.301  
9 76 LORIS BAZ FRA ALTHEA
BMW S1000 RR
+14.361  
10 54 TOPRAK RAZGATLIOGLU TUR PUCCETTI
KAWASAKA ZX-10R
+19.785  
11 40 ROMÁN RAMOS ESP GO ELEVEN
KAWASAKI ZX-10R
+25.237  
12 36 LEANDRO MERCADO ARG ORELAC
KAWASAKI ZX-10R
+40.504  
13 45 JAKE GAGNE EUA HONDA
CBR1000RR SP
+58.923  
14 99 PJ JACOBSEN EUA HONDA
CBR1000RR SP
+1:00.084  
15 50 EUGENE LAVERTY IRL MILWAUKEE APRILIA
APRILIA RSV4 RF
+1 volta  
16 7 CHAZ DAVIES ING DUCATI
PANIGALE R
NC  
17 37 ONDREJ JEZEK RTC GUANDALINI
YAMAHA YZF-R1
NC  
18 25 DANIEL FALZON AUS YAMAHA
YZF-R1
Desclassificado  
             
POLE TOM SYKES ING KAWASAKI
ZX-10R
1:30.099 177.60 km/h
VOLTA MAIS RÁPIDA MARCO MELANDRI ITA DUCATI
PANIGALE R
1:30.848 176.14 km/h
RECORDE JONATHAN REA ING KAWASAKI
ZX-10R
1:29.573 178.65 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 20°C | pista: 29ºC