Seletiva BR

Rosate faz melhor marca na 2ª tomada de tempos da final da Seletiva de Kart Petrobras. Okada e Ponce fecham top-3

João Rosate, de Goiás, anotou 31s885 no kartódromo da Granja Viana para liderar a segunda tomada de tempos da decisão da Seletiva BR, nesta terça
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Pedro Goulart na Seletiva BR (Foto: Divulgação)

A segunda tomada de tempos da final da 19ª Seletiva de Kart Petrobras ocorreu no final da manhã desta terça-feira (31) e teve João Rosate, piloto de Goiás, como dono da melhor marca. Ele alcançou 31s885 na volta lançada para liderar a sessão.

Rosate foi seguido por Lucas Okada, do Distrito Federal, que anotou 31s981. Em terceiro ficou Vinícius Ponce, com 32s118.

O líder, então, anotou seis pontos na classificação, com Okada anotando quatro e Ponce, três. Nesta sessão, os pilotos tiveram dieito a apenas uma volta, lançada.

Na terceira sessão, na tarde desta terça, eles vão à pista novamente em duplas, como ocorreu na primeira sessão matutina, para dar seis voltas cronometradas cada - assim como na primeira, o vencedor do duelo conquista seis pontos, com o perdedor levando três.
João Rosate liderou a segunda tomada de tempos da final (Foto: Divulgação)
Confira os resultados da segunda tomada de tempos:
1°  João Rosate (GO) - 31.885                 
2°  Lucas Okada (DF) - 31.981  
3°  Vinicius Ponce (SP)  - 32.118  
4°  Enzo Elias (DF) - 32.119   
5°  Pedro Goulart (RS) - 32.153  
6°  Arthur Leist (RS) - 32.196  
7°  Edgard Bueno (PR) - 32.210  
8°  Lucas Grosskopf (MG) - 32.339  
9°  Murilo Coletta (SP) - 32.360  
10° Gabriel Paturle (MG) - 32.371  
11°  Pedro Gurgacz (PR) - 32.448  
12° Sergio Crispim (PB) - sem tempo (o piloto deve chegar para a sessão da tarde, devido a compromisso no exterior)
 
A pontuação obtida nas três tomadas de tempo vai definir o grid de largada da primeira bateria eliminatória. Nesta prova, os pilotos são divididos em três grupos de quatro pilotos. O último colocado de cada um desses grupos tem ainda uma chance em uma repescagem, e dela, só o vencedor avança. Os dois últimos são eliminados da disputa.

Na segunda eliminatória, dois grupos de cinco pilotos são formados. Nesta disputa, avançam os dois melhores de cada grupo e o que tiver a maior pontuação global, também. Os cinco restantes disputam outra repescagem, com o melhor dela garantindo a última vaga para a final.

O campeão 19ª edição da Seletiva de Kart Petrobras sai após a final, com seis pilotos: aquele que, ao fim de todas as sessões, obtiver o maior número de pontos.
VIGIAR E PUNIR

COM GALID OSMAN, PADDOCK GP #101 QUESTIONA: VERSTAPPEN MERECEU PUNIÇÃO EM AUSTIN?