Seletiva BR

Paturle, Schoma e Lopes garantem últimas vagas em Vespasiano para final da Seletiva de Kart Petrobras

Gabriel Paturle, Victor Schoma e Pedro Lopes asseguraram as três vagas que restavam, em Vespasiano, para a decisão da 20ª edição da Seletiva de Kart Petrobras
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Vespasiano recebeu a última etapa classificatória para a final da Seletiva (Foto: Flávio Quick)
Depois de muitas disputas acirradas que aconteceram dentro da programação da 20ª edição da Copa Brasil de Kart/Troféu Globo, neste sábado (13) foram definidos os nomes dos três últimos classificados para a final da Seletiva de Kart Petrobras. Gabriel Paturle, Victor Schoma e Pedro Lopes se juntam aos outros nove pilotos nos próximos dias 22 e 23 no Kartódromo Granja Viana, em Cotia, em busca da maior premiação do kartismo nacional.  
 
O piloto da casa Paturle foi um dos destaques da última etapa classificatória. O mineiro andou bem durante toda semana, largou na pole nas três corridas e terminou a última bateria em segundo lugar, conquistando o vice-campeonato da Copa Brasil de Kart. E foi o melhor classificado entre os candidatos às vagas. Aos 18 anos, Paturle vai disputar pela terceira vez a final da Seletiva, sendo que no ano passado terminou em sétimo e em 2016 ficou em décimo.
 
“Foi uma semana muito positiva. Consegui vencer uma das baterias classificatórias e sempre fiquei ali entre os primeiros. O título da Copa Brasil de Kart não veio, fiquei com o vice, mas estou feliz, pois conquistei a vaga da Seletiva em mais um ano. Será minha terceira vez, quero aproveitar o conhecimento dos anos anteriores para obter um resultado melhor. Acho que essa experiência conta muito, apesar de ser um campeonato diferente dos outros. Estou muito confiante. Da premiação, a possibilidade de correr em um F4 me atrai bastante, um carro de monoposto na Inglaterra deve ser bem legal”, disse o mineiro de 18 anos, que competiu no kart #80.
Gabriel Paturle está na final da Seletiva (Foto: Flávio Quick)
O paulista Schoma precisou driblar as adversidades para conseguir conquistar a vaga. Com problemas na primeira corrida classificatória, na quinta-feira, quando nem conseguiu concluir, o piloto de 17 anos fez uma prova de recuperação na sexta-feira para chegar no quinto lugar. No sábado, concluiu a bateria final em nono e foi o segundo na colocação da Seletiva, já que Pedro Goulart e Lucas Okada, que chegaram à sua frente e também estão dentro dos critérios, já estão classificados. Esta será a segunda participação dele na final. Em 2016, foi o oitavo colocado.
 
“Felizmente deu tudo certo. Vim em busca da vaga. Tive problemas na classificação, e acabei tendo um incidente na primeira corrida, mas eu estava rápido. Na segunda bateria, saí do último para o quinto lugar. A expectativa para a final aqui era muito boa e, mesmo com diversos problemas no sábado, consegui garantir a vaga. Minha primeira participação foi em 2016, eu era júnior ainda e foi uma experiência ótima, agora estou mais forte, com mais conhecimento. Da premiação, sem dúvida o treino de F4 me atrai mais, mas a Stock Light também está no meu radar”, falou o piloto de São Paulo.
 
Lopes surpreendeu neste sábado, na disputa da corrida final. Nas corridas classificatórias, realizadas na quinta e sexta-feira, o paulista ficou em décimo e 16º, respectivamente, após sofrer com algumas quebras. Mas, na prova final, após largar em 13º, subiu algumas posições, completou em décimo e, entre os que tinham chance de buscar a vaga, foi o terceiro melhor. Lopes fará sua estreia na final da Seletiva.  
Victor Schoma está na final da Seletiva (Foto: Flávio Quick)
“Meu objetivo sempre foi conquistar a vaga para a final da Seletiva. Lá em São Paulo eu tinha tudo para conseguir, mas fui penalizado. Aqui em Vespasiano sofri bastante com o kart #18, tive algumas quebras e, diferente dos outros, não consegui treinar muito. Larguei lá atrás, mas consegui ir pra frente e conquistar um bom resultado e o principal: a vaga. A expectativa para a final é muito boa. Conheço bastante a Granja e acredito que poderei me acertar bem com o kart. Tenho muito interesse pela premiação, especialmente o treino de Stock Light”, contou o paulista de 16 anos. 
 
Paturle, Schoma e Lopes vão se juntar aos outros nove finalistas, que conquistaram suas vagas nas etapas classificatórias anteriores: os paulistas Allan Martins Croce, Guilherme Peixoto, Dante Fibra, Enzo Prando, Nicolas e Christian Fliter, o gaúcho Goulart, o maranhense Marcos Gonçalves Filho e o representante do Distrito Federal Okada. 
 
Binho Carcasci, organizador e idealizador da Seletiva de Kart Petrobras, fez uma avaliação da última etapa classificatória e comentou também as expectativas para a final. 
Pedro Lopes está na final (Foto: Flávio Quick)
“Definimos os 12 classificados para a final. E, aqui em Minas Gerais, corremos junto com a 20ª edição da Copa Brasil de Kart, e mais uma vez tivemos boas disputas em busca das vagas. Agora, já começamos a pensar na grande final, que acontece em pouco tempo, afinal, temos somente nove dias até o primeiro dia de atividades lá na Granja Viana. Nossa expectativa é positiva e de que teremos uma briga bem acirrada com os melhores da temporada”, ressaltou.
 
O campeão da Seletiva 2018 levará o prêmio de R$ 100 mil e o vice leva R$ 10 mil. Além disso, os vencedores participarão de um programa de orientação que inclui testes em equipe de F4 na Europa, experiência em simulador de F1, teste na Stock Light, avaliação física e psicológica, media training e palestra sobre marketing esportivo.