Seletiva BR

Finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2017: Lucas Okada, brasiliense, 17 anos

Lucas Okada ficou muito perto do título da Seletiva de Kart Petrobras no ano passado. Vice-campeão em 2016, o brasiliense, agora com um ano mais de experiência, vem de bons resultados ao longo da temporada. Terceiro colocado no Brasileiro de Kart, Okada ganhou uma participação gratuita na F3 Brasil Academy em todo o campeonato em 2018. Agora, ainda mais motivado, parte rumo ao título da Seletiva
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Lucas Okada (#16) em ação durante a etapa de Vespasiano da Seletiva de Kart Petrobras (Foto: Flávio Quick)

Foi por pouco. Em sua primeira participação na grande final da Seletiva de Kart Petrobras, em 2016, Lucas Okada ficou perto do título, terminando a disputa no Kartódromo da Granja Viana, em Cotia — região metropolitana de São Paulo — como vice-campeão. Daí em diante, o brasiliense, hoje com 17 anos, cresceu muito na carreira, consolidando-se como um dos melhores do país.
 
Como prêmio pelo seu resultado na Seletiva de Kart Petrobras no ano passado, Okada participou do programa de orientação aos pilotos, que incluiu a chance de testar em um simulador de F1 na Europa, além de um teste com um monoposto também na Europa. Lucas também contou com a orientação de um coaching, acompanhamento físico e psicológico, palestra sobre marketing e media-training. Sem contar no prêmio em dinheiro: R$ 6 mil.
 
Em 2017, Okada teve a chance de participar do maior Campeonato Brasileiro de Kart da história, que reuniu mais de 500 pilotos. Inscrito na categoria Sudam, uma das principais do certame, o piloto conquistou o terceiro lugar no kartódromo do Parque Beto Carrero, em Penha, Santa Catarina, ficando atrás de dois nomes vitoriosos do kartismo nacional: André Nicastro e Olin Galli.
Okada obteve sua classificação para a final da Seletiva de Kart Petrobras em Vespasiano (Foto: Flávio Quick)
Mais jovem a figurar no pódio da Sudam, Okada recebeu da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) um prêmio especial: o patrocínio para competir a temporada completa da F3 Brasil na categoria Academy em 2018.
 
 
 
FICHA TÉCNICA
 
Nome: Lucas Tsutomu Faustino Okada
Data de nascimento: 04/07/2000;
Local de nascimento: Brasília (DF);
Ano de estreia no kart: 2013;
 
Principais resultados: Vice-campeão brasileiro de kart em 2014; vice-campeão da Seletiva de Kart Petrobras 2016; 3º lugar no Brasileiro de Kart (Sudam) em 2017
 
O que fez em 2017: Participei da primeira etapa do Campeonato Paraibano de Kart, fiz duas etapas do Campeonato Brasiliense de Kart, participei da 5ª etapa da Copa SP Light de Kart, fiz uma etapa da Copa SPR Light de Kart, fiz o Campeonato Brasileiro de Kart 2017 e a primeira etapa da Taça Minas Gerais de Kart.  
 
Participações anteriores na Seletiva: Segunda vez. Foi um dos premiados no programa, participando de todas as atividades, por ter ficado em segundo na final de 2016.
Lucas Okada vai disputar sua segunda final na Seletiva de Kart Petrobras (Foto: Flávio Quick)
Como foi a etapa em que você ganhou a vaga para a final? 
 
Foi bem competitiva desde dos treinos até a última prova. Tivemos alguns problemas durante a segunda prova, mas pela somatória de pontos consegui me classificar para a final da Seletiva de Kart Petrobras 2017.
 
 
Como você está se preparando para a final da Seletiva? 
 
Estou treinando bastante para adquirir o maior conhecimento do kart para a disputa final da Seletiva.
 
 
Qual é o seu objetivo no automobilismo?  
 
O meu objetivo e sonho é estar na categoria top do monoposto ou no turismo.  
 
 
Essa será sua segunda participação como finalista. E você, inclusive, já teve a chance de desfrutar da premiação. Como está sua expectativa?  
 
Já disputei a final em 2016, e pude ter uma boa experiência durante o evento.  E sei que eu vou disputar com pilotos muito experientes. Então, a expectativa é que será uma grande disputa entre os 12 competidores.
 
 
Qual o aprendizado de 2016 você trará para a disputa da final deste ano? O que pode fazer a diferença para ser campeão? 
 

Pela a experiência que a Seletiva de Kart Petrobras me proporcionou em 2016, acredito que estarei melhor preparado para a final neste ano. Vou trabalhar muito para adequar o melhor possível o setup do kart em relação à condição de pista.  
 
 
Se for campeão, já sabe o que vai fazer com o prêmio?
 
Sim. Vou investir na minha carreira.
TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO