Seletiva BR
12/10/2017 05:16

Finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2017: Gabriel Paturle, mineiro, 17 anos

Gabriel Paturle, de 17 anos, disputa a Seletiva de Kart Petrobras pela segunda vez. Ano passado, mineiro de Belo Horizonte ficou com o décimo posto
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Gabriel Paturle (Foto: Divulgação)

O mineiro Gabriel Paturle não precisou de muita espera para conquistar sua vaga na edição 2017 da Seletiva de Kart Petrobras. Nascido em Belo Horizonte, o piloto de 17 anos se classificou ainda na segunda etapa, disputada em 19 de agosto, em Vespasiano (MG).
 
Esta, aliás, será a segunda participação de Paturle na disputa. Em 2016, quando estreou, Gabriel ficou com o décimo lugar. 
 
FICHA TÉCNICA
Nome: Gabriel Paturle e Silva 
Data de nascimento: 13/08/2000 
Local de nascimento: Belo Horizonte (MG) 
Ano de estreia no kart: 2011 
 
Principais resultados: 4º lugar no Florida Winter Tour; 3º lugar no Rock Cup; Vice-Campeão do Super Kart Brasil; Vice-Campeão Sul-Brasileiro na categoria Júnior Menor; Campeão do Super Kart Brasil; Campeão da Copa Sudeste de Kart na categoria Júnior Menor; Campeão do Super Kart Brasil na categoria Cadete; Vice-Campeão das 500 Milhas de Kart na categoria cadete, Vice-Campeão Paulista de Kart na categoria cadete.
 
O que fez em 2017: participou do Florida Winter Tour, do Campeonato Brasileiro de Kart, do Rock Up e da Taça Minas Gerais de Kart.
 
Participações anteriores na Seletiva: segunda participação.  
Gabriel Paturle se classificou para a Seletiva na segunda etapa (Foto: Divulgação)

Como foi a etapa em que você ganhou a vaga para a final?  
Foi muito bom para mim, eu e minha equipe trabalhamos muito durante os treinos, para que o equipamento ficasse perfeito, e graças a Deus deu tudo certo e eu consegui ganhar a corrida, e com isso conquistar a vaga. 
 
Como você está se preparando para a final da Seletiva? 
Para a final da Seletiva vou treinar bastante e participar de outros campeonatos que vão acontecer antes da final.  
 
Qual é o seu objetivo no automobilismo? 
Meu principal objetivo e sonho é me tornar um grande piloto no automobilismo, conquistar muitas vitórias e títulos, e consequentemente, receber para fazer o que gosto.  
 
Essa será sua segunda participação como finalista. Como está sua expectativa?  
Como essa será minha segunda participação como finalista, eu estou mais confiante e animado, principalmente por já saber como é o equipamento e o campeonato. 
 
Qual o aprendizado de 2016 você trará para a disputa da final deste ano?  
Com certeza ter participado da final no ano passado irá me ajudar bastante esse ano, principalmente pela experiência e conhecimento que eu adquiri em 2016.
 
Se for campeão, já sabe o que vai fazer com o prêmio? 
Se eu for campeão eu vou investir o dinheiro principalmente na minha carreira, o que sem dúvidas, será um grande investimento.
 
’EXTRAORDINÁRIO’

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA