Seletiva BR
04/10/2017 06:00

Finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2017: Arthur Leist, gaúcho, 16 anos

O gaúcho Arthur Leist parte para mais uma final da Seletiva de Kart Petrobras e espera deixar para trás os erros cometidos na decisão de 2016
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Arthur Leist é um dos finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2017 (Foto: Bruno Gorski)

O gaúcho Arthur Leist conquistou sua vaga para a final da Seletiva logo durante a primeira etapa classificatória, em Penha, Santa Catarina, na etapa disuputada em julho. 
 
O jovem de 16 anos agora vai para sua segunda participação na grande final. E, um pouco mais preparado, espera brigar pelo título. Segundo Leist, seu principal aprendizado foram os erros cometidos em 2016, que ele pretende não mais cometer na 19ª edição para obter um bom resultado na final deste ano. 
 
E Arthur, que é irmão mais novo de Matheus, hoje um dos destaques da Indy Lights, pretende usar a premiação do título da Seletiva para realizar testes em monopostos.
Arthur Leist se garantiu na final da Seletiva de Kart Petrobras 2017 na etapa de Penha (Foto: Bruno Gorski)
FICHA TÉCNICA
 
Nome: Arthur Leist
Data de nascimento: 18 de junho de 2001
Local de nascimento: Novo Hamburgo (RS)
Ano de estreia no Kart: 2007
 
Principais resultados: campeão Sul-Brasileiro; campeão do Skusa; campeão Gaúcho; campeão GP RBC; vice-campeão Brasileiro; vice-campeão Paulista; 3º lugar no Florida Winter Tour
 
O que fez em 2017: campeonato Brasileiro de Kart
 
Participações anteriores na Seletiva: Segunda vez. Foi o quarto colocado na edição de 2016. 
Arthur Leist é um dos finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2017 (Foto: Bruno Gorski)
Como foi a etapa em que você ganhou a vaga para a final? 
Ganhei a vaga no Campeonato Brasileiro de Kart – categoria Graduados, quando fiquei em 5º lugar. 
 
Como você está se preparando para a final da Seletiva? 
Estou fazendo tudo normal como sempre fiz, me alimentando bem, indo na academia e correndo para manter o físico. 
 
Qual é o seu objetivo no automobilismo? 
Meu objetivo no automobilismo é viver disto no futuro, chegando na Fórmula Indy ou Fórmula 1.
 
Essa será sua segunda participação como finalista. Como está sua expectativa? 
Minha expectativa é boa, e vamos lutar até o final pra garantir este primeiro lugar. 
 
Qual o aprendizado de 2016 você trará para a disputa da final deste ano? 
O principal aprendizado que vou levar são os erros que cometi ano passado. Vou fazer tudo para ser melhor e corrigi-los, ou melhor, não cometer tais erros. 
 
Se for campeão, já sabe o que vai fazer com o prêmio? 
Provavelmente se for campeão vou usar o dinheiro para fazer treinos de Fórmula e me preparar para a temporada que vem.
 
TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO