Rali

Sainz segue passos do pai e anuncia participação na abertura da temporada 2018 do WRC em Monte Carlo

Carlos Sainz Jr. vai ter um raro contato com o mundo do rali, especialidade do pai Carlos Sainz. O jovem piloto vai correr parte do Rali de Monte Carlo, abertura da temporada do WRC, com um carro cedido pela Renault
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Carlos Sainz (Foto: AFP)

Tal pai, tal filho. Carlos Sainz Jr., piloto da Renault na F1 e filho do bicampeão mundial de Rali Carlos Sainz, anunciou nesta segunda-feira (22) uma rara aventura fora dos monopostos. Correndo na F1 desde 2015, o jovem espanhol vai disputar estágios do Rali de Monte Carlo, que abre a temporada 2018 do WRC.
 
O porém é que Sainz Jr. não vai disputar o Rali de Monte Carlo para valer. O jovem piloto vai correr 13 km com um Renault Mégane R.S., que nem disputa a temporada do Mundal de Rali. Carlos vai andar à frente do pelotão de pilotos, sem competir por tempo ou pontos.
Carlos Sainz Jr. vai seguir os passos do pai em Monte Carlo (Foto: AFP)

Mesmo assim, trata-se de um momento único para um piloto que cresceu ouvindo histórias sobre o Rali de Monte Carlo.
 
“Fico muito ansioso para disputar o Rali de Monte Carlo pela primeira vez. Já ouvi meu pai [Carlos Sainz, bicampeão do WRC] falar tanto sobre isso, sobre como os estágios são difíceis, como as condições podem mudar em um instante da neve para a chuva ou para o sol”, disse Sainz Jr. “E, claro, você precisa de nervos de aço para encarar as montanhas e os hairpins. Será muito divertido participar de uma corrida lendária no volante de um Renault Mégane R.S., que terá penus prontos para neve. Terei uma sensação completa do rali nesses estágios”, seguiu.
 
O anúncio de Sainz Jr. vem poucos dias após o pai, Carlos Sainz, vencer o Rali Dakar pela segunda vez. Andando de Peugeot, o veterano ‘sobreviveu’ e confirmou a conquista no sábado. Anos antes, quando disputava o WRC, foi bicampeão com a Toyota em 1990 e 1992. Em Monte Carlo, foram três vitórias.