Rali

Ogier reage e fecha sábado do Rali de Gales na frente. Tänak abandona e se complica na luta pelo título

Quando parecia que Ott Tänak seria capaz de dominar o Rali de Gales rumo à vitória, um problema mecânico apareceu para mudar tudo. O estoniano se viu fora de combate, enquanto Sébastien Ogier saiu do quinto lugar para virar ponteiro
Warm Up / Redação GP, de Berlim
 Sébastien Ogier (Foto: Red Bull Content Pool)
Sébastien Ogier aproveitou o sábado (6) para pegar o elevador na classificação do Rali de Gales. O piloto francês, que começou o dia em quinto, combinou sorte e velocidade para fechar as atividades do dia já na primeira colocação.
 
Sorte porque, além de mostrar mais velocidade do que nos primeiros dois dias de atividade, Ogier também viu rivais com contratempos. Exemplo mais claro disso é Ott Tänak: o estoniano, que vinha liderando com alguma vantagem, sofreu uma quebra com causas ainda desconhecidas e abandonou de imediato. Isso já seria suficiente para recolocar Sébastien em boa forma na briga pela vitória no Reino Unido, mas teve mais: Jari-Matti Latvala, que se aproximava do novo ponteiro, deixou o carro morrer ao errar uma marcha e perdeu mais tempo.
 
Outro que teve um dia difícil foi o líder do campeonato Thierry Neuville. O belga começou o dia em segundo, mas caiu para nono ao escapar de uma curva e perder 51s no processo.
 
Mesmo com o contratempo, Latvala segue sendo o mais próximo de Ogier na briga pela vitória. Os dois são separados por 4s4 com um dia de atividades pela frente. O terceiro na tabela é Esapekka Lappi, 11s8 atrás. O top-5 conta com outros pilotos relativamente próximos, como Craig Breen e Mads Ostberg, respectivamente 13s5 e 34s1 atrás.
Sébastien Ogier (Foto: Red Bull Content Pool)
“Tivemos uma grande briga desde o começo do dia com Latvala, Lappi e Breen”, disse Ogier. “É uma pena o que aconteceu com o Tänak, porque ele claramente estava em outro nível nesse fim de semana. Agora estamos lutando por uma vitória, e não pelo segundo lugar. Dei tudo que podia dar, o dia correu bem, mas ainda veremos o que acontece amanhã”, encerrou.
 
Para Tänak, o abandono é um golpe duro nas esperanças de título. Mesmo com três vitórias seguidas, o estoniano chegou ao País de Gales 13 atrás de Neuville e 10 na frente de Ogier. Com os dois adversários ainda vivos na etapa, é provável que Ott parta para as últimas duas provas da temporada com muito chão para percorrer no caminho rumo ao título.