Rali

Citröen dispensa Meeke do WRC após série de acidentes “fortes e que poderiam ter causado sérias consequências”

Kris Meeke foi dispensado nesta quinta-feira (24) pela Citröen e não disputará o restante do Mundial de Rali em 2018. Segundo a equipe, a causa foi a sequência de acidentes na qual o piloto se envolveu recentemente
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Kris Meeke (Foto: Red Bull Content Pool)

A Citröen anunciou nesta quinta-feira (24) a demissão de Kris Meeke, até então piloto titular da equipe no Mundial de Rali. A dispensa foi confirmada por meio de nota oficial.

Segundo a equipe, a razão é a série de acidentes em que Meeke esteve envolvido nas últimas etapas do WRC. Por exemplo: em Portugal, etapa mais recente, disputada no último final de semana, o piloto foi hospitalizado após batida violenta, na qual seu carro foi destruído na parte frontal.

Em março, tinha chances de bater Sébastien Ogier na etapa do México, mas tombou de lado e acabou caindo para a terceira colocação
Kris Meeke (Foto: Red Bull Content Pool)
"Não foi uma decisão fácil, pois afeta o piloto e também o co-piloto, mas foi tomada por razões de segurança, minha maior preocupação como chefe de equipe", disse Pierre Budar, comandante da Citröen no WRC. "Foi uma decisão preventiva", seguiu.

Em nota, a equipe também fala em "excessivo número de batidas, entre elas algumas particularmente pesadas, que poderiam causar sérias consequências. Os riscos tomados são injustificáveis em termos esportivos."

Na próxima etapa do WRC, na Sardenha (Itália), Craig Breen e Mads Ostberg serão os responsáveis por guiar o carro da equipe. Porém, para o restante da temporada, ainda não há confimação.
TEM LENHA PRA QUEIMAR

CASTRONEVES SENTE FALTA DA INDY E MERECE ESTAR NO GRID