Porsche

Em Interlagos, Academia Shell Racing luta por títulos na Porsche Carrera Cup com Kaesemodel e Di Mauro

A Porsche Carrera Cup volta a fazer a clássica preliminar do GP do Brasil neste fim de semana. E antes de F1 acelerar em Interlagos, Lico Kaesemodel e Gaetano di Mauro podem levar a Academia Shell Racing à conquista de mais títulos. Os dois dependem apenas das próprias forças
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Lico Kaesemodel (Foto: Luca Bassani)
A Academia Shell Racing tem chances reais de acrescentar mais dois títulos à sua galeria cada vez maior de conquistas no automobilismo brasileiro e internacional em 2018. Neste fim de semana, entre sábado e domingo (10 e 11 de novembro), a Porsche Carrera Cup realiza a última etapa da temporada 2018 no campeonato sprint e novamente tem a honra de fazer a preliminar do GP do Brasil de F1 em Interlagos. Lico Kaesemodel e Gaetano di Mauro dependem apenas das próprias forças para levantar a taça de campeão das suas respectivas categorias diante de um grande público no icônico circuito paulistano.
 
Tanto Lico quanto Gaetano ostentam ótimo retrospecto em Interlagos. Campeão em 2016, Kaesemodel luta pelo bi neste fim de semana e ocupa a terceira posição na tabela do campeonato na categoria Carrera Cup 4.0, somando 140 pontos. No entanto, levando em conta o critério de descartes, o paranaense sobe de terceiro para primeiro, tendo dois pontos de vantagem para o vice-líder. Desta forma, Lico precisa chegar à frente dos seus adversários para conquistar mais um título.
 
Nas seis vezes em que teve a chance de correr em Interlagos na Porsche Carrera Cup, Kaesemodel visitou o pódio quatro vezes, com direito a duas vitórias.
Lico Kaesemodel volta a Interlagos para lutar pelo bicampeonato da Porsche Carrera Cup (Foto: Luca Bassani)
“Chegamos à última etapa da Sprint, em Interlagos, etapa tradicionalmente realizada como preliminar da F1, um belo palco para a disputa do título”, declarou o dono do carro #63. “O campeonato está bastante embolado e, considerando os descartes, estou bem na briga pelo título. Só depende de mim. Se eu conseguir chegar na frente dos meus adversários, garanto o bi”, explicou o candidato ao título.
 
“O meu retrospecto em Interlagos é muito bom, é uma pista que gosto bastante. Teremos um treino rápido na sexta-feira, de cerca de dez minutos, antes da definição do grid, onde vamos tentar extrair o máximo para poder fazer uma boa classificação. Quanto às corridas, é focar para não cometer erros, não se envolver em acidentes e marcar os adversários. Com certeza, teremos boas disputas. Vamos com tudo”, complementou Kaesemodel.
 
Gaetano também tem bons motivos para sorrir toda vez que tem a chance de correr em Interlagos. Só neste ano, na sua temporada de estreia na Porsche Carrera Cup, na classe 3.8, o paulista já faturou três poles e duas vitórias em seis corridas disputadas. Di Mauro ocupa a vice-liderança na sua classe, com 163 tentos na tabela dos pontos corridos. O cenário, contudo, é idêntico ao de Kaesemodel na 4.0: considerando os descartes, Gaetano sobe para primeiro, ficando empatado em pontos com seu adversário mais próximo.
 
“Agora é a parte final do campeonato, é tudo ou nada. Estamos empatados na liderança do campeonato, já com os descartes. É uma pista que consegui ter bons resultados durante o ano, conquistei todas as poles e algumas vitórias. Isso dá uma motivação maior, com certeza”, declarou o piloto.
Gaetano di Mauro busca coroar o ano de estreia na Porsche Carrera Cup com vitória (Foto: Luca Bassani)
“Vou lutar muito até o final, sei que é um momento delicado e temos de redobrar a atenção, mas é a reta final do campeonato e tenho de pensar apenas na vitória. Com certeza, vou dar o meu máximo, estou me preparando bastante. Treinei de kart e no simulador, estou bem preparado e vou para ganhar esse campeonato”, finalizou Di Mauro.
 
Os treinos classificatórios para a última etapa da Porsche Carrera Cup no campeonato Sprint acontecem na sexta-feira, com direito a transmissão ao vivo pelos canais oficiais da categoria, no site, Facebook e YouTube. A primeira corrida do fim de semana está marcada para sábado, com o desfecho da rodada dupla marcado para domingo. As duas provas vão ter transmissão ao vivo pelo SporTV.
 
 
A expectativa para uma conquista marcante
 
Vitorioso projeto nascido em 2015, a Academia Shell Racing foi criada para desenvolver talentos do automobilismo brasileiro e dar todo o suporte necessário para que o piloto tenha condições de não apenas lutar por vitórias e títulos, mas se desenvolver dentro e também fora do esporte. 
 
Ao longo da sua história, a Academia mostra ser um grande acerto, e as conquistas falam por si, com títulos expressivos no kartismo e vitórias contundentes em todas as categoria em que se fez (ou se faz) presente, da F4 Italiana à Stock Car, passando pela Porsche Carrera Cup e a Stock Light.
 
O fim de semana, contudo, pode marcar a primeira conquista de título da Academia Shell Racing em carros de corrida, o que pode acontecer com Lico e também com Gaetano neste fim de semana em Interlagos. É a primeira de seis semanas decisivas da temporada para a Academia, que pode conquistar nada menos que seis títulos neste intervalo. Kaesemodel, por exemplo, ainda tem pela frente a disputa do título no campeonato de endurnace da Porsche Carrera Cup, no próximo dia 24, também em Interlagos. O paranaense vai formar dupla com o conterrâneo Ricardo Zonta.
 
Em 2 de dezembro, o calendário aponta a realização das tradicionais 500 Milhas de Kart, marcada para o Kartódromo da Granja Viana, para onde a Academia Shell Racing promete levar força máxima para conquistar o título. Nos finais de semana seguintes, nos dias 9 e 16 de dezembro, Raphael Reis e Diego Ramos vão lutar pelos títulos da Stock Light e da Sprint Race, respectivamente.
 
O laureado ano da Academia Shell Racing nas pistas do Brasil e do exterior já rendeu títulos nacionais de kart e o quarto lugar de Gaetano di Mauro na classe KZ2 do Mundial de Kart; Gianluca Petecof como o melhor estreante na F4 Italiana; o retrospecto de seis vitórias da Shell V-Power na Stock Car e o terceiro lugar no campeonato, com direito a recorde histórico da marca na categoria.