Outras
16/04/2018 07:10

Vitória entre os novatos, pontos e muito aprendizado: Petecof destaca “estreia muito positiva” na F4 Alemã

No primeiro fim de semana correndo de carro na carreira, Gianluca Petecof teve um bom começo na F4 Alemã em Oschersleben. No sábado, o paulista de 15 anos ainda conseguiu um troféu como o vencedor dentre os novatos. No geral, o piloto marcou um oitavo, um sexto lugar e um 15º. Companheiro de Petecof na Prema e na Academia de Pilotos da Ferrari, Enzo Fittipaldi foi um dos destaques da rodada tripla
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Gianluca Petecof divide o pódio com Enzo Fittipaldi em Oschersleben (Foto: Divulgação)

Gianluca Petecof iniciou um novo ciclo na sua carreira no último fim de semana com a estreia na temporada 2018 da F4 na Alemanha, disputando a primeira etapa do campeonato, em Oschersleben. O paulista de 15 anos, piloto da Academia Shell Racing e da Academia da Ferrari, abriu uma jornada que vai ter um total de 42 corridas até o fim da temporada envolvendo as divisões alemã e italiana da F4. Foram as primeiras corridas de carro de corrida de Petecof, que marcou pontos, venceu e alcançou a liderança do campeonato entre os novatos e ainda tirou muito aprendizado dos últimos dias na Alemanha.
 
O brasileiro marcou um oitavo lugar geral na primeira corrida, disputada no sábado. Gianluca caiu para décimo após a largada e recuperou uma posição, mas em razão de um erro cometido, teve de devolver o lugar conquistado a Joey Alders, cenário que acabou por fazê-lo cair para 12º na corrida. 
 
Mas diante de uma pista com condições complicadas em termos de aderência, com muita sujeira e certa garoa, alguns competidores tiveram mais dificuldades e saíram do traçado. Foram nada menos que quatro intervenções do safety-car. Mas Petecof escapou ileso aos problemas, ganhou boas posições e terminou em oitavo lugar. 
Gianluca Petecof fez seu primeiro fim de semana correndo de carro na Alemanha (Foto: ADAC F4)
Já na segunda corrida em Oschersleben, Petecof largou em sexto. Após uma freada na primeira curva, o piloto da Prema ficou encaixotado e caiu para sétimo lugar. Com a pista seca, a prova teve uma dinâmica menos intensa em relação à primeira disputa, com poucas brigas diretas. No fim das contas, Gianluca sustentou o sétimo lugar, que lhe valeu a vitória dentre os novatos. Depois, o sétimo virou sexto em razão de uma punição imposta a outro competidor.
 
O brasileiro compartilhou o pódio com o compatriota, companheiro de equipe Prema e da Academia de Pilotos da Ferrari, Enzo Fittipaldi, que alcançou o terceiro lugar no geral.
Gianluca Petecof divide o pódio com Enzo Fittipaldi em Oschersleben (Foto: Divulgação)
“Foi uma estreia muito positiva. Ainda falta para atingir nosso principal objetivo, mas para uma estreia foi bom. Na primeira corrida, não fiz uma grande largada, mas houve vários incidentes: a pista estava seca na trajetória ideal, mas por fora estava molhada, então consegui segurar sem erros e cheguei em oitavo, marcando bons pontos. Na segunda corrida, largando em sexto, foi muito melhor, mas um concorrente fez uma largada excepcional e me passou, e a corrida foi basicamente manter o ritmo”, descreveu Petecof.
 
“Nos carros, é um pouco difícil chegar com tanta ação quando se está perto de alguém por causa da perda de downforce. É uma pista um pouco curta com várias curvas rápidas. Tem também de tomar cuidado com os pneus, no campeonato alemão o número de pneus é escasso. São só seis pneus para as duas classificações e as duas corridas. Consegui segurar bem no final o pessoal que vinha chegando atrás. Foi bom conquistar a primeira vitória entre os rookies e fazer mais pontos”, comentou o novo piloto da F4.
 
Na regra do grid invertido que definiu o alinhamento de largada da corrida 3, disputada no último domingo, Petecof largou em terceiro em razão da sexta posição obtida na prova 2. Na largada, Gianluca caiu para quarto, mas bem próximo do terceiro, Andreas Estner. Com quatro minutos para o fim, o brasileiro partiu para o ataque e viu uma brecha para ultrapassar o alemão, que fechou a porta, tornando o choque inevitável. Andreas levou a pior na batida, mas Gianluca foi punido com um drive-through. Mas sem tempo hábil para cumprir na pista, o piloto do carro #5 da Prema teve um tempo acrescido após a bandeirada.
Gianluca Petecof fez seu primeiro fim de semana correndo de carro na Alemanha (Foto: ADAC F4)
Mesmo assim, Petecof não se abalou. Em quarto na pista, o brasileiro tentou passar outro competidor, Charles Weerts, quando houve mais um incidente e acabou sendo jogado para fora da pista na última volta. Gianluca terminou a prova em nono. Mas, com a punição com o acréscimo de tempo, fechou em 15º.
 
No fim das contas, o que Petecof destaca é o aprendizado na sempre difícil transição para os carros de corrida.  “Faltou um pouco no fim, mas acho que tinha de ir para cima mesmo e tentar a manobra. No meu modo de ver, não é questão de culpa de um ou de outro, foi algo calculado na brecha disponível. A posição no pódio estava ao meu alcance. Mas por circunstâncias de momento, não deu certo. Depois, no final, eu já estava à frente de outro piloto quando ele me acertou”.
 

“Então foi um fim de semana interessante, que deu para aprender muita coisa em termos de dinâmica de corrida. É bem diferente do kart, tem a questão aerodinâmica, que compromete o rendimento do carro que vai ficando para trás. Então isso ressalta muito a importância da classificação. Mas acho que tudo o que a gente precisava aprender e vivenciar no começo conseguimos. Na semana que vem começa o campeonato italiano em Adria, e vamos com tudo”, finalizou.
 
A tábua de pontos da F4 Alemã, Gianluca Petecof aparece em nono lugar no geral, com 12 pontos somados, sendo o melhor estreante. Enzo Fittipaldi, que já vem de uma temporada de experiência na categoria, é o vice-líder.
 
Entre 20 e 22 de abril, Petecof vai acelerar em Adria pela abertura da F4 Italiana. E duas semanas depois, o brasileiro disputa a segunda etapa da F4 Alemã no lendário circuito de Hockenheim.