Outras

Petecof lidera corrida, fecha etapa de Hockenheim em quarto e termina ano de estreia na F4 Alemã no top-10

Gianluca Petecof concluiu, no último fim de semana, sua primeira temporada na F4 Alemã. O jovem da Academia Shell Racing e da Academia de Pilotos da Ferrari disputou a rodada tripla de Hockenheim. Ao fim da jornada, o paulista de 15 anos avaliou seu trabalho na competição
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Gianluca Petecof na rodada tripla final da temporada 2018 da F4 Alemã em Hockenheim (Foto: Prema Powerteam)
Gianluca Petecof fechou sua primeira temporada na F4 Alemã no último fim de semana com a disputa da rodada tripla de Hockenheim, entre sábado e domingo (22 e 23). O jovem paulista de 15 anos, membro da Academia Shell Racing e da Academia de Pilotos da Ferrari, liderou pela primeira vez uma corrida na categoria, a terceira do fim de semana, e somou um total de 18 pontos, tendo como melhor resultado o quarto lugar na prova derradeira da etapa.
 
Ao fim de um campeonato com 20 corridas disputadas, Petecof terminou em décimo lugar na classificação geral, com 92 pontos, sendo o terceiro melhor colocado dentre os pilotos estreantes. O campeão foi o alemão Lirim Zendeli, que fez seu terceiro ano na categoria, enquanto o vice foi o neozelandês Liam Lawson. Enzo Fittipaldi, companheiro de equipe de Gianluca na Prema e também na Academia da Ferrari, fez sua segunda temporada completa no certame e terminou em terceiro lugar.
 
O começo da etapa foi complicado para Gianluca, que abandonou a primeira corrida ainda na volta inaugural depois de ter sofrido um toque na segunda curva do lendário do circuito alemão. Assim, todos os seus esforços se concentraram no domingo. 
Gianluca Petecof encerrou sua primeira temporada na F4 Alemã neste domingo (Foto: Prema Powerteam)
“Sabíamos que o carro não seria tão forte neste fim de semana que encerrou minha primeira temporada na F4 Alemã. Apesar de ser a terceira etapa este ano, o carro nunca foi tão bom em Hockenheim. Foi uma pena o abandono na primeira corrida depois do toque na segunda curva após a largada, o que furou o meu pneu e me obrigou a abandonar”, comentou.
 
Na segunda prova, o piloto dono do carro #5 da Prema Powerteam conseguiu reagir bem depois de ter largado em 16º lugar e cruzou a linha de chegada na sétima posição. A colocação lhe deu a chance de largar na primeira fila na última prova do campeonato.
 
“Largando no fim do grid, fiz uma ótima corrida de recuperação, subindo de 16º para sétimo. Poderia ter batalhado para tentar chegar em quinto, mas sabia que, com o sétimo lugar, largaria na primeira fila na prova de domingo”, destacou o piloto.
 
Foi então, na prova final do campeonato, que Petecof teve seu melhor desempenho. O brasileiro manteve o segundo lugar após a largada e atacou Leon Köhler. Gianluca conseguiu assumir a liderança na primeira e, novamente, na segunda volta. Na esteira da grande batalha entre os dois, Charles Weerts tirou proveito da disputa e conseguiu ultrapassar os dois, espalhando Petecof para fora da pista. 
 
O brasileiro caiu para terceiro e, na sequência da corrida, acabou sendo superado por Zendeli, que empreendeu grande reação e venceu pela décima vez no campeonato. Petecof cruzou a linha de chegada em quarto lugar, faturando bons pontos para fechar sua jornada na F4 Alemã. A prova foi encerrada com o safety-car em virtude da forte chuva que desabou quando restavam cinco minutos para a bandeirada. 
 
“Na corrida 3, como sabíamos que o desempenho do carro não era tão bom, a estratégia foi tentar assumir a ponta logo no começo e esperar o pessoal de trás começar a brigar para eu poder abrir uma distância. Mantive o segundo lugar na largada, depois fui para primeiro, houve uma troca de posição e eu voltei para a liderança. Mas o melhor que pude fazer foi terminar na quarta colocação, o que foi uma ótima forma de acabar o campeonato, uma ótima posição dentro das nossas condições nesta pista”, opinou o brasileiro.
 
Ao fim do campeonato, Petecof avaliou sua primeira temporada na F4 Alemã. “Fechamos o campeonato no top-10 no geral e em terceiro entre os estreantes. Sei que pode ser melhor, sempre queremos mais, porém tivemos ótimos momentos, e o ponto alto foi o pódio em Nürburgring. Agora o foco é total no fim do Italiano, em Mugello”.
 
Gianluca Petecof volta a correr dentro de um mês com a disputa da oitava e derradeira rodada tripla da F4 Italiana, entre os dias 27 e 28 de outubro.