Outras

GP às 10: Ótima nova geração de pilotos indica futuro promissor para automobilismo brasileiro

Felipe Drugovich, Caio Collet, Enzo Fittipaldi e Gianluca Petecof são pilotos que fazem parte da nova geração brasileira que brilhou com vitórias e títulos nas categorias de base em 2018. E, por tudo o que os jovens mostraram ao longo da temporada, há motivos de sobra para ficar otimista
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Enzo Fittipaldi e Gianluca Petecof (Foto: Prema Powerteam)
O fim de semana foi marcado por mais uma conquista para o automobilismo brasileiro. No último domingo (28), em Mugello, Enzo Fittipaldi faturou o título da F4 Italiana depois de vencer a corrida final com muita chuva. Além de Enzo, Gianluca Petecof foi destaque da rodada tripla no clássico autódromo italiano com três pódios, sendo uma vitória no sábado, fechando sua primeira temporada nos monopostos em quarto lugar no geral e como o melhor colocado dentre os novatos da F4 Italiana.

No GP às 10 desta noite de segunda-feira, Fernando Silva destaca a ótima geração de pilotos brasileiros nascidos do ano 2000 em diante e que brilharam nesta temporada na Europa com vitórias e títulos. Felipe Drugovich fez uma campanha incontestável na Euroformula e conquistou nada menos que 14 vitórias e o título por antecipação, enquanto Caio Collet, no seu primeiro ano nos monopostos, venceu o campeonato da F4 Francesa. Com Enzo como campeão da F4 Italiana e Petecof mostrando força e evolução na temporada, com direito a vitória no fim, há motivos de sobra para ficar otimista com a presença do Brasil no automobilismo mundial nos próximos anos.

O GP às 10 é a série que traz um comentário em vídeo dos jornalistas do GRANDE PRÊMIO, sempre às 10h (de Brasília), do dia e da noite. Veja aqui todas as edições do GP às 10.