Outras
11/09/2018 16:18

Empresário do automobilismo americano, Don Panoz morre aos 83 anos após luta contra câncer

Don Panoz fundou companhia que alcançou resultados marcantes nas 24 Horas de Le Mans, além de criar a American Le Mans Series, um passo importante para o automobilismo americano. O empresário morreu vítima de câncer no pâncreas
Warm Up / VITOR FAZIO, de Porto Alegre / GABRIEL CURTY, de São Paulo
 Don Panoz morreu aos 83 anos (Foto: Reprodução/Twitter)
Don Panoz, famoso pelo envolvimento e apoio ao automobilismo americano, morreu nesta terça-feira (11) aos 83 anos. O empresário da área farmacêutica, que depois viria a descobrir a paixão por carros, não sobreviveu ao tratamento de um câncer em estado avançado no pâncreas.
 
"Nas primeiras horas desta manhã de terça-feira, Don Panoz descansou em paz na sua casa em Duluth, na Geórgia. Após uma pequena batalha contra um câncer no pâncreas, fumou seu último cigarro e disse adeus ao mundo cercado por sua amada família. Possivelmente mais celebrado por salvar as corridas do SportsCar norte-americano ou inventar o emplastro dermatológico, aqueles que o conheciam e sabiam de seus hábitos de fumar o viam como alguém que questionava normas. Se alguém o dissesse ‘não’, ele falava ‘sim’. Essa era a personalidade e a motivação por trás de um homem que, seguramente, deixa um legado de sucesso e desenvolvimentos tecnológicos não apenas em uma indústria, mas várias", disse o comunicado assinado pela montadora Panoz.
O Panoz Esperante GTR-1 foi sétimo nas 24 Horas de Le Mans de 1998 (Foto: Reprodução/Wikimedia)
O envolvimento de Panoz com o automobilismo só começou aos 54 anos, em 1989, quando fundou uma companhia com o objetivo de desenvolver carros de corrida. O Panoz Esperante GTR-1 se tornaria a principal estrela na área, conseguindo bons resultados nas 24 Horas de Le Mans – em 1998, o trio David Brabham, Andy Wallace e Jamie Davies levou o modelo ao honroso sétimo lugar na classificação geral. Em 2006, o Esperante GT-LM triunfou na classe GT2 da prova francesa. Na Indy, a companhia também desenvolveu o DP01, último carro da era ChampCar.
 
Mas talvez a principal contribuição de Panoz para o automobilismo não tenha sido como dono de montadora, mas sim como empresário. Em 1996, Don comprou e modernizou o autódromo de Road Atlanta, um dos mais conhecidos mistos dos Estados Unidos. A grande manobra viria em 1999: depois de apoiar a criação da prova de Petit Le Mans, Don fundou a American Le Mans Series, com regulamento semelhante ao do endurance europeu.
 
O campeonato floresceu, se consolidando como o principal de endurance dos Estados Unidos até 2013, a última temporada. A American Le Mans Series passou por fusões e transformações, servindo como embrião para o SportsCar, que herdou a condição de ápice do endurance americano.
Arie Luyendyk com o chassi Panoz (Foto: IndyCar)