Outras
12/09/2018 11:45

De olho no título dos novatos, Petecof encara reta final da F4 Italiana com rodada tripla em Vallelunga

Depois de um breve período de férias no Brasil e de intensos trabalhos nos testes coletivos, Gianluca Petecof volta a acelerar na reta final da temporada 2018. Neste fim de semana, o desafio é a penúltima etapa da F4 Italiana, próximo a Roma
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Gianluca Petecof vai a Vallelunga para a disputa da penúltima etapa da F4 Italiana em 2018 (Foto: Prema Powerteam)
A primeira temporada de Gianluca Petecof nos monopostos se aproxima do fim. A partir desta sexta-feira (14), o piloto da Academia Shell Racing acelera o carro #5 da Prema Powerteam na etapa de Vallelunga, a penúltima da F4 Italiana em 2018. O brasileiro de 15 anos ocupa a sexta colocação da classificação geral e é o vice-líder dentre os novatos, 15 pontos atrás do ponteiro, o tcheco Petr Ptacek. A meta de Gianluca é manter a evolução para fechar 2018 com um título.
 
Nas últimas semanas, Petecof veio ao Brasil, participou do Paddock GP — programa em vídeo do GRANDE PRÊMIO — e também esteve em Campo Grande para acompanhar a sétima etapa da temporada 2018 da Stock Car antes de regressar à Europa. No Velho Mundo, participou de testes coletivos como preparação para a fase final da temporada e foi muito bem.
Gianluca Petecof destacou o bom desempenho durante os testes coletivos da F4 (Foto: Prema Powerteam)
“Os treinos foram ótimos, muito bons mesmo. Pude liderar o primeiro dia, inclusive. No segundo dia, focamos em simulações de corrida, o que também foi excelente. Deu para preparar muito bem para o fim de semana de corrida, tanto em acerto como em comportamento do carro com pneus em condições diferentes, usado e novo. Agora temos uma ótima base para essa etapa em Vallelunga”, destacou o piloto.
 
O traçado italiano de Vallelunga, circuito próximo a Roma, conta com 4.085 metros e é bem seletivo, com curvas de baixa velocidade intercaladas com setores mais rápidos. Vai ser o debute de Petecof em corridas no circuito. O piloto, que é membro também da Academia da Ferrari, acredita em poder desempenhar um bom papel no fim de semana.
 
“Será a primeira vez que vou correr nesta pista, que é bem interessante. O traçado não é tão curto, mas tem a característica de ter os pilotos muito próximos nos tempos. Semana passada, os quatro primeiros ficaram separados por menos de um décimo. Vai ser importante qualquer detalhe na classificação, mas estamos com boas expectativas”, salientou.
 
A programação do fim de semana compreende dois treinos livres na sexta-feira, enquanto os treinos classificatórios e a corrida 1, às 11h05 (horário de Brasília) estão definidas para sábado. No domingo, acontecem mais duas corridas: a segunda tem largada prevista para 4h45 e a prova derradeira acontece às 9h50.