Outras
28/07/2018 10:32

Acidente assustador em Spa pelo Lamborghini Super Trofeo leva piloto e fiscal a hospital

A disputa pela liderança da segunda corrida do fim de semana da Lamborghini Super Trofeo em Spa-Francorchamps terminou num dos acidentes mais impressionantes do ano. O líder Fredrik Blomstedt foi tocado e acabou indo em direção a quatro fiscais de pista. O carro ficou arrebentado, e Blomstedt e um dos fiscais foram encaminhados ao hospital. As lesões não deixam os dois em risco de morte
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 A forte batida em Spa (Foto: Reprodução)

Uma impressionante batida iniciou a manhã deste sábado (28) no mundo do automobilismo. Durante a segunda corrida do fim de semana da Lamborghini Super Trofeo 2018 em Spa-Francorchamps a disputa pela liderança virou um filme de terror que machucou o piloto Fredrik Blomstedt e um dos fiscais de pista o bastante para que fossem levados para um hospital.
 
Blomstedt liderava a corrida quando foi tocado por Lucas Mauron em meio a um imenso tráfego entre as curvas Pouhon e Fagnes. O toque na lateral esquerda jogou o carro #32 do piloto sueco imediatamente para a direita e direto para a parte da barreira de pneus onde há uma reserva de fiscais. 
 
Quatro dos fiscais da corrida estavam no local e rapidamente se movimentaram para fugir do impacto, mas um deles não teve tempo hábil para sair e foi mais atingido. A batida é violentíssima.
 
A organização da corrida confirmou que os cinco foram levados para checagem no centro médico de Spa e que o fiscal que não conseguiu sair - que ainda não teve o nome divulgado - e Blomstedt foram encaminhados ao hospital. Não está claro quais as lesões de ambos, mas a organização comunicou que nenhum deles corre risco de morte.
A forte batida em Spa (Foto: Reprodução)
"Quatro fiscais e um piloto ficaram machucados no incidente. Todos foram imediatamente tratados pela equipe médica do circuito. Um fiscal e o piloto foram transferidos para o hospital para exames médicos. As lesões não colocam a vida deles em risco", divulgou a organização.
 
Após a batida, a corrida foi colocada sob bandeira vermelha e encerrada. Blomstedt e o companheiro do carro #32, Patrick Kujala, foram declarados vencedores.