Nascar
06/08/2018 18:19

Presidente da Nascar tira licença após ter sido preso embriagado. Tio assume cargo

Após ter sido preso embriagado e com posse de pílulas de oxicodona, Brian France deixou a presidência da Nascar por tempo indeterminado. Assim, Jim France, seu tio, assume o controle
Warm Up / GABRIEL CURTY, de São Paulo / VICTOR MARTINS, de São Paulo
 Kyle Busch lidera pelotão em Chicagoland (Foto: Nascar Media)
A prisão de Brian France em Nova York na noite deste domingo teve efeitos praticamente imediatos. Nesta segunda-feira (6), o presidente da Nascar tirou licença do cargo por tempo indeterminado, alegando que é tempo de pensar em seus problemas particulares. 
 
De acordo com o site americano ‘TMZ’, o bafômetro indicou que France dirigia um Lexus com o dobro da concentração de álcool no sangue permitida por lei -0,08%. A polícia também encontrou pílulas de oxicodona, medicamento utilizado para aliviar dores intensas e com poder superior ao da morfina. Pelo efeito intenso, o remédio tem venda controlada tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil.
 
“Peço desculpas aos nossos fãs, à nossa indústria e à minha família pelo impacto de minhas ações na noite de ontem. Com efeito imediato, eu estou pedindo licença do meu cargo por tempo indeterminado para concentrar em minhas questões pessoais", disse o então presidente em comunicado.
Brian France foi preso e, agora, renunciou à presidência da Nascar (Foto: Reprodução/Twitter)
No mesmo comunicado, a Nascar informou que o vice-presidente e vice-diretor-executivo Jim France, tio de Brian, assume o cargo. A categoria não pretende se pronunciar a respeito da prisão de seu então comandante.

Jim é o filho mais novo de Bill France, co-fundador da Nascar. Ele trabalhou em diversas atividades relacionadas à Nascar e também à International Speedway Corporation, órgão responsável por cuidar da maior parte das pistas do calendário. Foi fundador da Grand-AM e encabeçou a fusão com a American Le Mans Series.
 
France passou uma noite em regime de cárcere, sendo liberado na manhã desta segunda-feira (6) sem pagamento de fiança. O ‘TMZ’ também informa que, durante a abordagem, France tentou intimidar agentes da polícia ao citar conexões com grandes nomes do mundo dos negócios. O site chegar a indicar que a amizade com Donald Trump, hoje presidente dos Estados Unidos, foi citada pelo chefão da Nascar como forma de escapar da detenção.
 
France era presidente da Nascar desde 2003. A família é tradicional: o avô Bill foi co-fundador da categoria, assumindo a presidência e repassado a Bill France Jr., pai de Brian e irmão de Jim.