Nascar

Presidente da Nascar, Brian France passa noite preso por dirigir embriagado em Nova York

Brian France, herdeiro da família responsável pelo crescimento da Nascar com o passar das décadas, passou uma noite preso em Nova York. O dirigente estava duas vezes acima do limite de álcool definido por lei quando foi abordado por policiais
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Brian France (Foto: Getty Images)
Brian France, presidente e diretor-executivo da Nascar, passou uma noite preso por infrações ao volante. O dirigente foi detido em Nova York após ser detido pela polícia local enquanto dirigia sob efeito de bebida alcoólica.
 
De acordo com o site americano ‘TMZ’, o bafômetro indicou que France dirigia um Lexus com o dobro da concentração de álcool no sangue permitida por lei -0,08%. A polícia também encontrou pílulas de oxicodona, medicamento utilizado para aliviar dores intensas e com poder superior ao da morfina. Pelo efeito intenso, o remédio tem venda controlada tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil.
 
France passou uma noite em regime de cárcere, sendo liberado na manhã desta segunda-feira (6) sem pagamento de fiança.
Brian France bebeu e dirigiu (Foto: Reprodução/Twitter)
"Sabemos do incidente que ocorreu noite passada, e estamos em processo de recolher informações. Levamos esse assunto a sério e vamos divulgar um comunicado depois que soubermos todos os fatos", disse a Nascar em comunicado.

O ‘TMZ’ também informa que, durante a abordagem, France tentou intimidar agentes da polícia ao citar conexões com grandes nomes do mundo dos negócios. O site chegar a indicar que a amizade com Donald Trump, hoje presidente dos Estados Unidos, foi citada pelo chefão da Nascar como forma de escapar da detenção.
 
France é presidente da Nascar desde 2003. A família é tradicional: o avô Bill France foi co-fundador da categoria, assumindo a presidência e repassado a Bill France Jr., pai de Brian.