Nascar

Keselowski sai do último lugar e vence Clash da Nascar em Daytona. Larson e Johnson batem no fim

Largar em último não impediu Brad Keselowski de vencer o Clash da Nascar em dia de dobradinha da Penske. A corrida, de poucos acidentes, teve um princípio de big-one após um erro de Kyle Larson na última volta
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Brad Keselowski lidera pelotão em Daytona (Foto: Nascar Media)

A primeira corrida da Nascar em 2018 terminou com uma reação digna de aplausos. Brad Keselowski, que foi sorteado para largar em último no Clash da Nascar em Daytona, fez uma prova livre de erros e cruzou a linha de chegada em primeiro neste domingo (11).
 
A reação se deu através de alguns fatores. O principal deles foi a estratégia de trocar apenas dois pneus no único pit-stop do dia, enquanto a maioria tomou o rumo dos quatro pneus. Assim, Keselowski virou líder – e com o companheiro Joey Logano em segundo. A pouca ousadia dos pilotos para tentar ultrapassagens no fim também beneficiou os pilotos da Penske.
Brad Keselowski (Foto: Nascar Media)

Desse jeito, Keselowski e Logano confirmaram uma dobradinha da Penske. Poderia ser 1-2-3, mas Ryan Blaney perdeu posição para Kurt Busch no fim. Atrás dos quatro primeiros, Austin Dillon completou o top-5.
 
A corrida foi relativamente tranquila em termos de acidentes. A primeira porrada da temporada foi cortesia de Jamie McMurray, que foi contra o muro após um toque sutil de Kurt Busch. Foi só na última volta que veio algo maior: Kyle Larson acertou a traseira de Jimmie Johnson, que perdeu controle e bateu em adversários como Chase Elliott, Kyle Busch e Kasey Kahne.
 
A primeira corrida da temporada 2018 precede outras três da divisão principal em Daytona. A quinta-feira reserva os Duels, duas corridas que definem a ordem definitiva do grid de largada. E, no próximo domingo, vem a corrida de 500 Milhas.