Nascar

Keselowski prevalece em fim conturbado e alcança vitória na abertura dos playoffs em Las Vegas

Brad Keselowski disparou na última relargada, deixando para os outros qualquer problema proveniente de um fim de prova esquentado. O #2 venceu e, além de se confirmar na próxima fase dos playoffs, teve a honra de trazer a vitória 500 da Penske
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Brad Keselowski venceu em Las Vegas (Foto: Nascar Media)
Brad Keselowski não poderia começar melhor a disputa pelo título da Nascar. O piloto da Penske enfrentou em Las Vegas neste domingo (16) o desafio de brigar por posição com os companheiros Joey Logano e Ryan Blaney, mas evitou qualquer problema para levar a terceira vitória consecutiva na temporada 2018.
 
Na última e decisiva relargada, Keselowski tratou de abrir vantagem sobre Logano, que sofria para acompanhar o ritmo. A corrida estava na prorrogação por causa de um acidente na penúltima volta, mas isso não trouxe pressão nenhuma para Brad, que teve uma honra especial: a de alcançar a vitória 500 da Penske no automobilismo, somando todas as categorias.
 
Kyle Larson foi segundo ao fim de um dia de altos e baixos – o #42 furou um pneu no primeiro segmento e chegou a ficar uma volta atrás, mas se recuperou a ponto de liderar parte da prova no fim. Martin Truex Jr. surgiu em terceiro, derrotado por Larson na linha de chegada. Logano e Blaney, os outros dois da Penske, fecharam o top-5.
Brad Keselowski venceu em Las Vegas (Foto: Nascar Media)
O top-10 seguiu com a presença de Aric Almirola, Kyle Busch, Daniel Suárez, Ryan Newman e Paul Menard. Kyle, aliás, chegou perto de se complicar: o #18 rodou com 34 voltas para o fim, acertando a grama da área da linha de chegada, correndo o risco de destruir o carro na primeira prova ‘mata-mata’ do ano.
 
Quem não teve a mesma sorte foi Denny Hamlin, que cometeu o mesmo erro poucas voltas depois e precisou abandonar a prova no ato. E não foi o único: em uma prova repleta de acidentes com pilotos dos playoffs, gente do calibre de Kurt Busch, Chase Elliott, Kevin Harvick e Erik Jones também não viu a bandeira quadriculada.
 
Elliott foi vítima de Jamie McMurray, que furou um pneu e ficou desgovernado na pista. Jones, por sua vez também, também foi pego de surpresa pelo pneu murcho de Harvick.
 
A próxima etapa da Nascar acontece dentro de uma semana, em Richmond. A primeira fase dos playoffs se encerra com a corrida no misto de Charlotte.