Nascar
06/11/2017 19:01

Harvick ultrapassa Truex a dez voltas do fim, vence no Texas e confirma classificação para decisão da temporada

Kevin Harvick não parecia capaz de alcançar Martin Truex Jr na etapa do Texas neste último domingo (5). Só que, em cinco minutos, destruiu uma diferença de quase 0s5 em cinco voltas e partiu para garantir uma vaga no Championship 4, a final da Nascar
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Kevin Harvick (Foto: Reprodução/Twitter)

Na 30ª largada da carreira por lá, Kevin Harvick enfim venceu no Texas. Na etapa do último domingo (5), Harvick caçou Martin Truex Jr e fez a ultrapassagem com dez voltas para o final da prova. Com a vitória, o campeão da temporada 2015 garantiu vaga na final da atual jornada, o Championship 4, em Homestead.
 
Após Harvick passar na frente no primeiro segmento e Kyle Larson ganhar o segundo, o trecho final começou com 14 carros na volta do líder. Logo Landon Cassill tocou em Clint Bowyer e foi ao muro. Nesse momento, Matt Kenseth era quem liderava a corrida. 
 
A briga era apertada, porém. Na relargada, Truex deixou Kenseth para trás e assumiu a liderança. Truex abriu e chegou a estar mais de 1s à frente de Kenseth, que logo foi ultrapassado por Harvick. Apesar do bom ritmo, o novo vice-líder da prova não conseguia se aproximar para valer de Truex.
 
Quando a janela de pit-stops abriu, na volta 228, Kyle Busch resolveu ficar na pista e passou a ser líder. Mas durou pouco tempo, só até a bandeira amarela seguinte, voltas depois, quando Michael McDowell rodou na pista. A relargada foi na 239, e Truex já liderava novamente. Kenseth até chegou a retomar a ponta, mas o ritmo de Truex era realmente muito forte. Com 85 voltas para o fim, a vantagem estava novamente em cerca de 0s5.
 
Na janela de pit-stops seguinte, Denny Hamlin, Joey Logano e Kasey Kahne decidiram trocar apenas dois pneus e pularam para a ponta. Mas rapidamente Truex ia retomando campo. Sempre rondando o top-10, Kyle Larson voltou a ter problemas e deu uma pancada no muro na volta 282. Com o carro em chamas, a direção de prova achou melhor lançar mão da bandeira vermelha e interromper a corrida.
Kevin Harvick (Foto: Reprodução/Twitter)
Pouco mais de dez minutos depois, a bandeira verde. Hamlin largou bem e parecia com vigor para escapar, mas Truex achou uma maneira de assumir a ponta e abrir. Atrás dos dois, Logano aparecia ainda com algum fôlego, mas Harvick logo aumentou o passou e fez a ultrapassagem - com 35 voltas para o fim.
 
A vantagem de Truex cresceu para mais de 1s, então Hamlin se viu mais preocupado com Harvick que chegava voando do que com o líder. Na volta 306 de 334, enfim, Harvick deixou um Hamlin sem fôlego para trás e mostrou que estava se colocando em um papel de ataque. Num primeiro momento, não parecia que a vitória mudaria de mãos: com 15 voltas por fazer, Truex ainda tinha 0s466 de liderança. 
 
E em cinco voltas, então, o castelo ruiu. Harvick chegou e nem reconheceu Truex quando encostou, na curva um. Kevin partiu para a vitória, ainda mais de 1s5 à frente de truex. Hamlin, Kenseth, Brad Keselowski, Blaney, Logano, Elliott, Kurt Busch e Erik Jones encerraram o top-10. 
 
Harvick e Kyle Busch estão classificados para a grande final por terem vitórias na última fase do Chase, enquanto Truex e Keselowski tem pontos suficientes para completar o quarteto. A etapa de Phoenix, na próxima semana, define os finalistas.
FORÇA DE VETTEL VALORIZA TÍTULO

É UM PRIVILÉGIO VER HAMILTON CHEGANDO AO TETRA NO AUGE