Nascar

Harvick é punido por alteração ilegal de flap após vitória no Texas e perde vaga na decisão da Nascar

Kevin Harvick teve as benesses da vitória no Texas tiradas de si por conta de uma punição, que incluiu também a extração de 40 pontos na classificação. Por conta de um spoiler, um pequeno flap que atua no arrasto dos carros, Harvick deixa de estar automaticamente classificado para a decisão da Nascar e fica com espaço a perigo
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Kevin Harvick conseguiu vitória importante no Texas (Foto: Nascar Media)

O resultado da etapa do Texas, antepenúltima corrida da temporada da Nascar, teve uma mudança três dias após o seu fim. A categoria concluiu que o carro do vencedor, Kevin Harvick, estava em desacordo com as regras esportivas e tirou a classificação automática que ele tinha para a decisão da temporada de 2018.
 
Segundo a Nascar, Harvick infringiu a Seção 20.4.12 das regras da categoria - o espaço é referente a flaps. Na Nascar, os flaps, fragmentos que ajudam no arrasto do carro, precisam ser usados exatamente da forma como fornecidos pela empresa responsável. Qualquer mudança está, desta forma, fora das regras. 
 
A inspeção foi realizada no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Nascar, na cidade de Concord, Carolina do Norte. "O spoiler (outro nome para flap) do veículo deve seguir o arquivo e o projeto incial.", diz a punição.
Kevin Harvick conseguiu vitória importante no Texas (Foto: Nascar Media)
"Não é do nosso desejo dar qualquer punição, mas faremos isso quando for necessário para garantir que cada corrida e campeonato sejam disputados em um padrão igual para todos. Estamos agora focados em Phoenix e a batalha pelo campeonato", afirmou Scott Miller, vice-presidente de competições da Nascar.
 
Como resultado da falta, Harvick não perde a vitória, mas todos os benefícios trazidas por ela. A vaga automática na decisão de Homestead, por exemplo, para qual havia se garantido junto a Joey Logano e esperava outros dois rivais. Harvick também perde 40 pontos, o que dificulta o lugar dele na disputa. 
 
A Stewart-Haas também perdeu 40 pontos, mas anunciou que não vai apelar da decisão da Nascar.
 
"Trabalhamos sem descanso em cada centímetro dos nossos carros para criar velocidade e, infelizmente, a Nascar determinou que entramos numa área em desacordo com o livro de regras", falou Greg Zipadelli, o vice-presidente do time.
 
"Não vamos apelar contra a punição. Em vez disso, vamos mudar nosso foco imediatamente para a corrida desta semana, em Phoenix, e controlar nosso destino na pista de corrida", seguiu.
Joey Logano venceu em Martinsville e segue sendo o único classificado para a decisão da Nascar em 2018 (Foto: Nascar Media)
Dos oito pilotos ainda nesta fase do Chase, apenas Logano garantiu uma das quatro vagas. Kyle Busch e Martin Truex estão, respectivamente, 28 e 25 pontos à frente de Harvick, que é o quarto colocado - o que ainda dá a ele uma das vagas. Kurt Busch e Chase Elliott, com três e 17 pontos de desvantagem, ameaçam Harvick, enquanto Aric Almirola e Clint Bowyer, mais distantes, têm numa vitória uma chance mais real de classificação. 
 
Antes de Homestead, a etapa de Phoenix, no próximo fim de semana, vai definir as três vagas restantes para a disputa do título. A decisão está marcada para 18 de novembro.

E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br