Nascar
13/09/2018 12:24

Após vídeo 'provocativo', Alonso descarta Nascar para 2019: “Atrativa, mas não é meu próximo capítulo”

Fernando Alonso divulgou, na última quarta-feira (12), um vídeo em que conversa com Jimmie Johnson, heptacampeão da Nascar. O vídeo 'provoca' o fã do automobilismo a descobrir qual o plano de parceira da duplas, mas o espanhol deixou claro: em 2019, não vai competir na categoria americana
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Fernando Alonso (Foto: AFP)
Na última quarta-feira (12), o perfil no Twitter da McLaren divulgou vídeo no qual Fernando Alonso conversa por telefone com Jimmie Johnson, heptacampeão da Nascar, e a dupla promete "conversar no futuro" agora que o espanhol "está com tempo livre".

Por mais que o vídeo tenha 'provocado' o fã de automobilismo, o próprio Alonso deixou claro que ele não é um indicativo de que correr a temporada 2019 da Nascar é um objetivo seu. Aliás, pelo contrário: essa ideia foi descartada.


"Na realidade não vejo a Nascar como próximo capítulo da minha carreira", disse Alonso nesta quinta-feira, um dia depois do vídeo.

"É outra categoria atrativa, como as demais, tem suas coisas boas e más, é atrativa às vezes. Sabemos que a Nascar é uma das grandes categorias do esporte a motor. Obviamente nunca testei um carro, tenho zero informação sobre o campeonato e suas regras, assim que é muito difícil julgar, mas vamos ver o que acontece", seguiu.
Fernando Alonso no Alabama (Foto: Reprodução/Twitter)
Desta forma, é possível entender que o vídeo com Johnson deve significar uma ação de Alonso com a categoria - seja um teste, seja uma participação nas 500 Milhas de Daytona, uma possibilidade que o espanhol não descartou.

"As 500 Milhas de Daytona é uma dessas corridas icônicas que definitivamente são geniais e muito importantes no automobilismo. É um tipo de evento que me atrai", explicou.

Para 2019, o GRANDE PRÊMIO apurou que Alonso vai correr a temporada completa da Indy, pela Harding, com aliança entre Andretti, McLaren e Chevrolet.  Porém, tal como faz em 2018, o espanhol deve dividir seu tempo com outras categorias - neste ano, corre o WEC pela Toyota enquanto disputa sua derradeira temporada na F1.