MotoGP

Márquez dá à Honda título de Construtores. Dovizioso garante vice-campeonato. Confira classificação

Com a vitória no GP da Malásia, Marc Márquez levou a Honda aos 364 pontos e, assim, garantiu o 24º título do Mundial de Construtores para a marca da asa dourada na classe rainha do Mundial de Motovelocidade. Na disputa entre os pilotos, Andrea Dovizioso aproveitou a queda de Valentino Rossi para assegurar o vice-campeonato
Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
 Honda venceu o Mundial de Construtores na Malásia (Arte: HRC)
O domingo (4) em Sepang foi mesmo para proclamar campeões. Depois de Jorge Martín e Francesco Bagnaia em Moto3 e Moto2, respectivamente, foi a Honda quem colocou a mão na taça. Com a vitória no GP da Malásia, Marc Márquez levou a montadora da asa dourada aos 364 pontos e, assim, assegurou o 24º título da marca na classe rainha do Mundial de Motovelocidade.
 
A vitória, aliás, levou o #93 aos 321 pontos no Mundial de Pilotos, 101 a mais que Andrea Dovizioso, que aproveitou a queda de Valentino Rossi para assegurar o vice-campeonato.
 
Maverick Viñales também avançou, cortando boa parte da vantagem do companheiro de Yamaha na classificação. Segundo colocado na Malásia, Álex Rins saltou de décimo para quinto na tabela do campeonato.
Honda venceu o Mundial de Construtores na Malásia (Arte: HRC)
Johann Zarco subiu para sexto, à frente do ausente Cal Crutchlow. Danilo Petrucci e Andrea Iannone aparecem na sequência, com Jorge Lorenzo caindo para a décima colocação.
 
Na disputa entre os estreantes, Franco Morbidelli segue na frente. Com 50 pontos, o #21 tem a 14ª colocação na tabela, dez pontos na frente de Hafizh Syahrin, o 16º. Takaaki Nakagami vem em 20º, com Xavier Siméon em 26º e Tom Lüthi ainda sem pontuar.

      Poles Vitórias Pontos
1 MARC MÁRQUEZ HONDA 7 9 321
2 ANDREA DOVIZIOSO  DUCATI 2 3 220
3 VALENTINO ROSSI YAMAHA 1 - 195
4 MAVERICK VIÑALES YAMAHA - 1 193
5 ÁLEX RINS SUZUKI - - 149
6 JOHANN ZARCO TECH3 YAMAHA 2 - 149
7 CAL CRUTCHLOW LCR HONDA 1 1 148
8 DANILO PETRUCCI PRAMAC DUCATI - - 144
9 ANDREA IANNONE SUZUKI - - 133
10 JORGE LORENZO  DUCATI 4 3 130
11 DANI PEDROSA HONDA - - 106
12 ÁLVARO BAUTISTA ÁNGEL NIETO DUCATI - - 105
13 JACK MILLER PRAMAC DUCATI 1 - 91
14 FRANCO MORBIDELLI MARC VDS HONDA - - 50
15 ALEIX ESPARGARÓ APRILIA GRESINI - - 44
16 HAFIZH SYAHRIN TECH3 YAMAHA - - 40
17 TITO RABAT AVINTIA DUCATI - - 35
18 POL ESPARGARÓ KTM - - 35
19 BRADLEY SMITH KTM - - 30
20 TAKAAKI NAKAGAMI LCR HONDA - - 23
21 SCOTT REDDIING APRILIA GRESINI - - 15
22 KAREL ABRAHAM ÁNGEL NIETO DUCATI - - 10
23 MIKA KALLIO KTM - - 6
24 STEFAN BRADL HONDA - - 3
25 KATSUYUKI NAKASUGA YAMAHA     2
26 XAVIER SIMÉON AVINTIA DUCATI - - 1
27 MICHELE PIRRO DUCATI - - 1
28 THOMAS LÜTHI MARC VDS HONDA - - 0
29 JORDI TORRES AVINTIA DUCATI - - 0
30 MIKE JONES ÁNGEL NIETO DUCATI - - 0
31 SYLVAIN GUINTOLI SUZUKI - - 0
32 CHRISTOPHE PONSSON AVINTIA DUCATI - - 0

Mundial de Construtores
 
Com contribuições de Márquez, Crutchlow e Morbidelli, a Honda alcançou o 24º título no Mundial de Construtores na classe rainha ― o sétimo em um período de sete anos.
 
38 pontos à frente da Yamaha, a Ducati garantiu o vice-campeonato, com Suzuki, KTM e Aprilia completando o top-6.

    Poles Vitórias Pontos
1 HONDA 8 10 364
2 DUCATI 7 6 310
3 YAMAHA 1 1 272
4 SUZUKI - - 213
5 KTM - - 56
6 APRILIA - - 54

Mundial de Equipes
 
A disputa entre as equipes é a única que segue em aberto. Com 50 pontos ainda em disputa ― já que este campeonato considera a pontuação de dois pilotos ―, a Honda tem 39 de margem para a Yamaha, a segunda colocada.
 
A Ducati tem o terceiro posto, à frente de Suzuki, Pramac e Tech3, que passou a LCR pela sexto posto. Ángel Nieto, KTM, Aprilia, Marc VDS e Avintia completam a lista.

    Poles Vitórias Pontos
1 HONDA 7 9 427
2 YAMAHA 1 1 388
3 DUCATI 6 6 363
4 SUZUKI - - 282
5 PRAMAC 1 - 235
6 TECH3 2 - 189
7 LCR 1 1 174
8 ÁNGEL NIETO - - 102
9 KTM - - 65
10 APRILIA - - 59
11 MARC VDS - - 50
12 AVINTIA - - 36