MotoGP
11/10/2018 11:50

Lorenzo se diz “muito grato” a Márquez e admite: “Devo a ele o fato de poder assinar com a Honda”

Jorge Lorenzo afirmou que deve a Marc Márquez seu contrato com a Honda. O quase pentacampeão foi consultado, mas aprovou a contratação do #99 para os próximos dois anos
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Jorge Lorenzo (Foto: Ducati)
LEIA TAMBÉM
 Ana Carrasco: a campeã que mudou as regras de um esporte dominado por homens

Jorge Lorenzo revelou sua gratidão a Marc Márquez pelo fato de o #93 não ter impedido sua contratação pela Honda. Os dois serão companheiros de equipe no time da asa dourada a partir da próxima temporada.
 
Em seu segundo ano na Ducati, Lorenzo teve uma primeira metade de 2018 bastante ruim e acabou vendo a sequência de sua carreira em xeque. Em um lance inesperado, porém, Jorge procurou a Honda para se candidatar à vaga de Dani Pedrosa.
 
Lorenzo agredeceu Márquez por não ter vetado ida para Honda (Foto: Michelin)
Falando à publicação inglesa ‘Autosport’, Lorenzo afirmou que “deve” a Márquez, já que o #93 não impediu sua contratação.
 
“Para mim, isso significa que ele realmente confia em si mesmo e não quer mostrar nenhuma fraqueza”, avaliou Lorenzo. “Devo a ele o fato de poder assinar com a Honda e sou muito grato, porque, naquele momento, eu estava em uma situação difícil”, seguiu.
 
Mesmo se sentindo em dívida com o quase pentacampeão, Lorenzo não acredita que acabaria fora da MotoGP, já que também tinha a opção de correr pela SIC, a nova equipe satélite da Yamaha.
 
“Eu queria continuar correndo, então teria escolhido a outra oportunidade que tinha em aberto”, comentou. “Eu me sentia melhor do que nunca e teria sido uma pena me despedir naquelas circunstâncias”, frisou.