MotoGP

Dovizioso vê declarações tiradas de contexto, mas descarta conversa com Lorenzo: “Não perco tempo”

Andrea Dovizioso afirmou que Jorge Lorenzo errou ao dar muita importância a declarações tiradas de contexto. Italiano descartou conversar com o companheiro de Ducati para alcançar a paz
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Andrea Dovizioso e Jorge Lorenzo (Foto: Reprodução)
O clima na Ducati não está lá dos melhores. Depois de ser contestado por Jorge Lorenzo pelas redes sociais por conta de uma cutucada no companheiro de equipe, o italiano agora fala em declarações tiradas de contexto, mas descarta conversar com o #99 para resolver a situação.
 
Ainda em recuperação por conta das lesões sofridas na Tailândia, Lorenzo tentou, mas acabou desistindo de correr na Malásia no último fim de semana. Uma decisão que acabou ironizada por Dovizioso.
Andrea Dovizioso negou ter apontato dedo para Jorge Lorenzo (Foto: Divulgação/MotoGP)
Questionado sobre a ausência de Lorenzo no grid malaio, Andrea respondeu: “Não conheço os detalhes e não quero entrar nisso, mas é um pouco estranho. Acontece com frequência na Ducati ou com certos pilotos, mas não quero falar disso sem conhecer os detalhes. Prefiro deixar assim, não é problema meu”.
 
Lorenzo não ficou lá muito satisfeito com as declarações do #4 e, pelas redes sociais, classificou Andrea como “um companheiro exemplar”, falou em “inveja e oportunismo” e lembrou que o italiano é “um campeão. De 125cc”.
 
No domingo, então, Dovizioso foi questionado sobre as postagens de Lorenzo no Twitter e afirmou que o piloto de Palma de Maiorca erra ao dar “muita importância àquilo que escrevem”.
 
“Por que eu deveria ter falado com Jorge? Não perco tempo com essas coisas”, disse Dovizioso. “Ele comete sempre o mesmo erro de dar muita importância àquilo que se escreve, mesmo que tenham tirado de contexto”, seguiu.
 
“Não apontei o dedo contra ninguém e não tenho problema nenhum com Jorge”, concluiu.