Motociclismo
08/07/2017 15:52

Um ano após Salom, piloto Enric Saurí morre aos 33 anos após acidente nas 24 Horas da Catalunha

O piloto catalão Enric Saurí não resistiu aos ferimentos que sofreu após um acidente grave durante as 24 Horas da Catalunha de Motociclismo, neste sábado (8), no Circuito da Catalunha. Num acidente que não deixou marcas de freada, a morte de Saurí volta a realizar o pesadelo da pista pouco mais de um ano após Luís Salom também perder a vida por lá
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Enric Saurí morreu em acidente na Catalunha (Foto: Reprodução/Facebook)

A edição 2017 das 24 Horas da Catalunha de motociclismo foi atingida por um desastre no começo da tarde deste sábado (8). Enric Saurí, piloto de 33 anos de idade, morreu após um grave acidente na primeira curva da volta 67. Saurí não contornou a curva e seguiu em linha reta até atingir a barreira de proteção. Ele foi levado ao Hospital Geral de Granollers, mas não resistiu.
 
Saurí guiava pela equipe Motos Gaspar de Granollers ao lado de Joan Zamorano, Àlex Rubio e Massimo Chetry. De forma estranha, o acidente do espanhol não deixou sequer marcas de freada, o que indica que Saurí realmente foi reto e em alta velocidade até se chocar contra a proteção. A situação de saúde do piloto era tão delicada que o translado até o hospital teve de ser feito via terrestre, segundo informa uma nota oficial do Circuito da Catalunha. 
 
"Após o grave acidente que a equipe Motos Gaspar sofreu durante as 24 Horas da Catalunha de Motociclismo, o Circuito da Catalunha lamenta informar a morte do piloto Enric Saurí", anunciou o comunicado. "O piloto sofreu uma saída de pista quando começava a contornar a primeira curva, cruzando o limite da pista em diagonal e se chocando contra as proteções. Enric Saurí sofreu um grande impacto e múltiplas lesões de caráter crítico. A gravidade da situação obrigou a equipe médica a levá-lo por terra até o Hospital de Granollers", seguiu.
Enric Saurí morreu em acidente na Catalunha (Foto: Reprodução/Facebook)
O comunicado também confirma que a corrida segue e que a cerimônia de pódio terá um minuto de silêncio em homenagem a Saurí. Os próximos passos são uma autopsia no corpo e uma investigação na moto que guiava.
 
É o segundo acidente fatal num evento de motociclismo no Circuito da Catalunha em pouco mais de um ano. Em 5 de junho do ano passado, Luís Salom morreu após um acidente durante treino da Moto2. Salom, no entanto, caiu na curva 12, considerada mais perigosa do traçado. Aquele acidente fez com que um movimento para a mudança daquela curva ganhasse força. O trecho da mudança, onde morreu o promissor rival de Maverick Viñales, em nada tem a ver com a parte da pista onde Saurí sofreu o acidente fatal.

POSTURA DA GLOBO NA CORRIDA DO MILHÃO DA STOCK CAR MOSTRA DESPREZO PELO AUTOMOBILISMO