Motociclismo
28/07/2018 09:04

Com volta voadora de Rea, Kawasaki encerra jejum de 23 anos e crava pole nas 8 Horas de Suzuka

Com Jonathan Rea, Leon Haslam e Kazuma Watanabe, a Kawasaki encerrou um longo jejum e conquistou a pole-position para a 41ª edição das 8 Horas de Suzuka. O trio formado por Takumi Takahashi, Takaaki Nakagami e PJ Jacobsen aparece na sequência, com a atual campeã Yamaha completando o top-3 do grid
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 O Team Green de Jonathan Rea, Leon Haslam e Kazuma Watanabe (Foto: FIMEWC)
A Kawasaki faturou a pole-position para a edição 2018 das 8 Horas de Suzuka. Com Jonathan Rea, Leon Haslam e Kazuma Watanabe, o Team Green se impôs neste sábado (28) e assegurou a posição de honra na grelha em uma sessão atrapalhada pela chuva.
 
Já na sexta-feira, Rea tinha mostrado a força da ZX-10RR ao cravar 2min05s168, superando o recorde anterior da pista. Neste sábado, com condições de pista diferentes, a melhor marca do norte-irlandês foi em 2min05s403, o suficiente para a primeira pole da Kawasaki desde 1995.
Kawasaki, Honda e Yamaha no top-3 do grid das 8 Horas de Suzuka (Foto: FIMEWC)
A chuva resultante da passagem do tufão Jongdari forçou a organização do Mundial de Endurance da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) a modificar o formato da parte final da classificação. Normalmente, esta fase decisiva do fim de semana tem duração de 1h30min com dois pilotos dos dez melhores times ― definidos pelo resultado dos treinos de sexta-feira ― completando voltas lançadas sozinhos na pista. Desta vez, porém, foram 40 minutos para todos.
 
No início da classificação, Bradley Ray surpreendeu ao colocar a Yoshimura Suzuki na pole provisória, mas Michael van der Mark e, na sequência, Haslam deixaram o britânico para trás. Leon, aliás, se tornou apenas o segundo piloto da história a rodar abaixo de 2min06s nas 8 Horas de Suzuka. 
 
Rea, então, superou por duas vezes a marca do companheiro de equipe para conseguir a pole, com Takaaki Nakagami encarregado de registrar o 2min06s127 que deu à Honda o segundo posto no grid, 0s724 mais lento que o Team Green.
 
Só 0s043 atrás do time da asa dourada, Yamaha assegurou o terceiro posto o grid. Vencedora das últimas três edições da prova, a casa de Iwata fechou o sábado com dúvidas sobre a participação de Katsuyuki Nakasuga na disputa. O nipônico sofreu uma queda no treino livre deste sábado e sofre com dores na mão e no ombro, ainda que não tenha tido fraturas.
 
0s774 mais lento que o trio de Rea, Haslam e Watanabe, a Harc-Pro de Dominique Aegerter, Ryo Mizuno e Randy de Puniet subiu para a quarta colocação já no fim da sessão, superando a Yoshimura Suzuka de Ray, Takuya Tsuda e Sylvain Guintoli.
 
Com Kazuki Watanabe, Tommy Bridewell e Hideyuki Ogata, a S-Pulse Dream Suzuki ficou com o sexto posto, com a MotoUP Honda de Isaac Viñales, Tetsuta Nagashima e Kosuke Nagashima aparecendo na sequência. 
 
Já 1s984 mais lenta que o Team Green, a YART Yamaha de Broc Parkes, Marvin Fritz e Takuya Fujita ficou com o oitavo posto, seguida pelo trio formado por Ryuichi Kiyonari, Yuki Takahashi e Ratthapark Wilairot na Moriwaki Honda. Pela Sup Dream Honda, Kosuke Sakumoto, Ryosuke Iwato e Tatsuya Yamaguchi completam a lista dos dez melhores.