Motociclismo

Britânico Hegarty morre aos 31 anos em decorrência de grave acidente em prova de moto no GP de Macau

O britânico Daniel Hegarty não resistiu aos ferimentos sofridos durante um forte acidente na sexta volta do GP de Macau e morreu a caminho do hospital
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Daniel Hegarty (Foto: Divulgação/GP de Macau)

O GP de Macau de moto terminou de maneira trágica. O britânico Daniel Hegarty sofreu um acidente neste sábado (18) e não resistiu às lesões.
 
O piloto da Topgun Honda caiu na Fisherman na sexta volta da corrida, bateu nas barreiras de proteção e chegou até mesmo a perder o capacete. A prova foi imediatamente interrompida em bandeira vermelha e, por conta da gravidade do acidente, não foi mais reiniciada.
 
Hegarty, de 31 anos, foi socorrido e levado ao hospital, mas a organização da prova anunciou em um comunicado que o britânico faleceu no caminho.
Daniel Hegarty não resistiu às lesões sofridas em grave acidente (Foto: Divulgação/GP de Macau)

“A família e o time foram contatados, e o Comitê vai garantir que toda assistência seja estendida a eles”, diz o comunicado. “O Comitê do GP de Macau estende suas mais profundas condolências à família e aos amigos de Daniel”.
 
Natural de Nottingham, Hegarty participava do GP de Macau pela segunda vez, tendo sido 16º colocado na edição do ano passado. O britânico também competia de forma regular no TT da Ilha de Man, participando nas categorias Supersport e Superbike desde 2011.
 
Hegarty é o primeiro piloto a perder a vida em Macau desde o acidente fatal do português Luis Carreira, na classificação da prova de 2012.
 
Com o encerramento da corrida, a vitória ficou com Gleen Irwin, com o resultado da prova validado na quinta volta.
MELHOR DE 2017

COM TÍTULO EM TEMPORADA DIFÍCIL, MÁRQUEZ É PILOTO DO ANO