Motociclismo

Bicampeão da Superbike, Biaggi sofre acidente grave em pista italiana e tem trauma torácico e na coluna espinhal

A fase não está boa mesmo. Nesta sexta-feira (9), Max Biaggi sofreu um acidente enquanto treinava em uma pista a cerca de 80 km de Roma. E segundo o jornal italiano ‘Il Messaggero’, o estado de saúde do bicampeão do Mundial de Superbike é grave
Warm Up / VICTOR MARTINS, de São Paulo
 Max Biaggi (Foto: Aprilia)

A fase dos pilotos de moto segue terrível fora das pistas. Max Biaggi sofreu nesta sexta-feira (9) um acidente que o jornal italiano ‘Il Messaggero’ classifica como grave. O piloto de 45 anos estava treinando na pista Sagittario, localizada na cidade de Latina — cerca de 80 km de Roma —, onde acontecem neste fim de semana corridas da Supermoto, e teve uma queda violenta, batendo o peito contra o chão.
 
Biaggi foi transportado de helicóptero para o Hospital San Camillo di Roma com um trauma torácico — mesma situação dos casos de Nicky Hayden, que acabou morrendo cinco dias depois do acidente que sofreu quando andava de bicicleta em Riccione, e Valentino Rossi, que caiu quando treinava em uma pista de motocross na pista de Cavallara, na cidade de Mondavio.

As primeiras informações também apontam para um trauma da coluna espinhal. Mas logo veio o primeiro boletim médico, revelando que o trauma espinhal estava descartado. "Max Biaggi nunca perdeu a consciência, mas sofreu um trauma torácico com múltiplas fraturas nas costelas", revelou o médico Emanuele Guglielmelli, responsável pelo atendimento inicial.

Também de acordo com o médico, o ex-piloto deve ficar mais uma noite em observação e que a recuperação deve levar cerca de 30 dias. O prognóstico de Biaggi ainda segue reservado e um novo boletim médico está marcado para o início desta tarde.
 
Max Biaggi lidera equipe na Superbike (Foto: Reprodução)

A gravidade do caso, também segundo o 'Il Messaggero', se mede pelo código vermelho para seu caso. No entanto, Biaggi esteve consciente o tempo todo e não corre risco de morte.

A pista Sagittario tem uma particularidade um tanto quanto macabra: foi nela que morreu Doriano Romboni em novembro de 2013, numa corrida em homenagem a Marco Simoncelli, que teve um acidente fatal no GP da Malásia da MotoGP em 2011.

O acidente de Biaggi vem na esteira dos já citados casos de Hayden, atropelado por um carro em maio e morto cinco dias depois, e Rossi, que ainda sente dores pela queda ocorrida há duas semanas. Valentino participou do GP da Itália na semana passada terminando na quarta colocação, mas admitiu que, faltando 8 voltas para o fim, "estava acabado".
 
Biaggi foi bicampeão do Mundial de Superbike em 2010 e 2012 com a Aprilia e quatro vezes campeão das 250cc (1994 a 1997). Na MotoGP, é trivice. E é considerado o maior rival do multicampeão Rossi na principal classe do motociclismo mundial. Atualmente, o italiano comanda a equipe Mahindra na Superbike
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA