Kart
16/12/2017 22:32

José Ricardo mantém ponta, mas Bia surge forte na décima hora das 500 Milhas. Scuderia GP é 28ª

A Americanet segue na liderança após dez horas de 500 Milhas da Granja Viana - e ainda com José Ricardo -, mas é Bia Figueiredo e o grupo do kart #21 quem surge na 'cara do gol' para controlar o trecho final da corrida. A Scuderia GP, com Allyson Nazário, fechou a volta do ponteiro com o 28º posto
Warm Up, da Granja Viana / GABRIEL CURTY, da Granja Viana / PEDRO HENRIQUE MARUM, da Granja Viana
 Allyson Nazário (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

A décima hora de prova na edição 2017 das 500 Milhas da Granja Viana, neste sábado (16), terminou sem troca de liderança e com uma nova equipe pintando como favorita. Ainda com José Ricardo, o #319 da Americanet é quem pinta pela segunda hora seguida na ponta da corrida. Mas não é o time que desponta como favorito.
 
Quem aparece, sim, como extrema favorita é Bia Figueiredo. No comando do kart #21, Bia já fez as duas longas paradas obrigatórias de 15 minutos - algo que o #319 não fez - e aparece com a segunda colocação geral. Três voltas atrás de José Ricardo, Bia é quem naturalmente herdará a liderança quando se der a parada nos boxes da Americanet.
 
No terceiro posto está exatamente o outro kart da Sambaiba Centerbus, de Bia: o #3, agora guiado por Alan Synthes. O antigo líder e que aparecia como favorito há uma hora, o #91, ainda segue na briga e está na quarta colocação.
A Americanet ficou com a pole (Foto: Bruno Terena)
O stint da Scuderia GP na décima hora foi muito positivo. Com Allyson Nazário inspirado e virando constantemente em 55s baixo, a equipe fechou o período na 28ª colocação com 583 voltas completadas.
 
Allyson assumiu o comando do #44 logo no início da décima hora, pegando o controle que estava com Alicio Del Nero. Então, foi ganhando terreno depois da segunda e última parada longa do time e chegou a dez horas de corrida em quarto na categoria Thunder Light. Foi de Allyson também a melhor volta da Scuderia GP na corrida: 54s707.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018