Kart

Equipes de Massa e Bia são desclassificadas das 500 Milhas após 'briga de bar' entre Dantas e Rocha

Uma briga generalizada, que terminou em pancadaria dentro da pista entre Rodrigo Dantas e Tuka Rocha, marcou o fim das 500 Milhas da Granja Viana. Múltiplos carros da MDG Matrix e da Sambaíba foram envolvidos, e, assim, as duas equipes foram desqualificadas
Warm Up, da Granja Viana / PEDRO HENRIQUE MARUM, da Granja Viana / GABRIEL CURTY, da Granja Viana
 A confusão foi para o paddock (Foto: Pedro Henrique Marum/Grande Prêmio)

Uma inacreditável confusão marcou as 500 Milhas da Granja Viana neste sábado (16). A briga foi generalizada e acabou na exclusão das duas equipes que brigavam pela vitória: a MDG Matrix e a Sambaíba.
 
O problema teve origem quando, no fim da 11ª hora. O carro #25 da Sambaíba, concorrente na classe Thunder Light e que era guiado por Rodrigo Soares, tocou o então líder Felipe Massa, da MDG Matrix. Felipe ficou com o kart danificado, enquanto outro carro da Sambaíba, o #21, pulou para a ponta com Tuka Rocha.
 
A partir daí, os diversos karts das duas equipes passaram a se desentender na pista sequencialmente, com os times voltando para a pista mesmo karts que estavam danificados ou com várias voltas de atraso.

A situação saiu de controle de vez quando Rocha e Rodrigo Dantas, no kart #119, se tocaram várias vezes seguidas por algumas voltas. No fim das contas, Rocha acabou rodando e, depois, foram ambos para a barreira de pneus.
 
Aí, sim, acabou qualquer restígio de racionalidade. Ainda dentro da pista, Dantas e Rocha saíram de seus karts e começaram a brigar no traçado mesmo. As equipes invadiram a pista, ao passo que os outros pilotos de ambas os times seguiram se estranhando na pista.
Rodrigo Dantas e Tuka Rocha saíram na mão na pista (Foto: Reprodução)
Resultado: todos os concorrentes da Sambaíba e da MDG Matrix acabaram desclassificados. E a confusão seguiu mesmo fora da pista, já no paddock. 

"A confusão é que a gente estava brigando na pista, cara. E, do nada, um monte de carro laranja começou a se juntar e bater em mim, tentando me jogar para fora. Um dos karts com quem eu estava disputando era o kart #3, do Thiago [Camilo]. Quando eu passei o Thiago, todo mundo veio em cima de mim para me jogar para fora", falou Massa ao GRANDE PRÊMIO
 
"Eu nunca vi isso na minha vida, isso é corrida de kart. Sem dúvida a minha equipe teve uma ideia horrível também, que foi jogar para fora os karts que estavam me atacando. Pelo amor de Deus, isso não é competição, é a coisa mais absurda que eu já vi", seguiu.
 
"Eu estou entrando na culpa por tudo o que aconteceu com minha equipe no meio, mas, agora, disputar uma bricandeira assim? Eu não encostei em ninguém na corrida inteira", encerrou.

Bia Figueiredo, responsável pelo kart #3, também conversou com exclusividade ao GP, lamentando o ocorrido e desculpando pela confusão, mesmo deixando claro que não tinha muito como intervir no enrosco.

"Nós fizemos uma corrida linda, realmente cheia de estratégia para disputar a vitória. Seria lindo uma prova de 500 Milhas decidida no último stint, e nós estávamos bem, assim como a equipe do Massa", disse Bia. 
 
"E depois o que aconteceu foi horroroso. Só tenho a lamentar e pedir desculpa a todo mundo que estava assistindo a corrida, aos nossos patrocinadores, a nossa equipe, todos que confiaram na gente para essa corrida. Não vou culpar ninguém, mas foi muito feio, muito feio. São pessoas aqui que escolarizadas, que tiveram toda a educação possível, e isso jamais poderia ter acontecido. É muito triste. A gente faz todo um trabalho de mês, tudo que a gente preparou esse tempo todo para acabar assim... É muito triste, é muito ruim. Eu só posso pedir desculpas da minha parte, talvez eu pudesse ter feito algo, sei lá o que, mas foi realmente muito, muito feio o que aconteceu aqui hoje", completou. 

Felipe Giaffone, promotor da prova, também condenou a briga. "O pessoal da Sambaíba deu uma escorada para atrapalhar o Massa, o que já é completamente fora da lei, e aí virou uma guerra. No final de tudo, infelizmente o piloto da equipe do Massa - e o Massa nada teve a ver com isso - perdeu a cabeça. O Rodrigo Dantas, para mim, tem que ser banido e não merece guiar mais nada na vida", falou.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018