Kart
09/08/2018 12:00

Em alinhamento com kartismo internacional, CBA muda nome da classe Shifter para KZ

A CBA anunciou uma mudança no nome de uma das principais classes do país. Agora, a Shifter, que são os karts com marcha, passa a se chamar KZ, como acontece nas principais competições do kartismo internacional
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Danilo Dirani é um dos maiores nomes da classe, agora rebatizada como KZ, no Brasil (Foto: Bruno Gorski)
O kartismo brasileiro deu mais um passo para se alinhar ao padrão internacional adotado pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) à modalidade. A consagrada categoria Shifer, destinada aos karts com marcha, passam a ter outro nome, se adequando ao que é adotado nas competições internacionais, chamando-se agora KZ.
 
A mudança no nome é mais uma etapa do processo de alinhamento com o kartismo internacional promovido desde o fim do ano passado pela gestão da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), encabeçada por Waldner Bernardo, o Dadai, em conjunto com a Comissão Nacional de Kart, comandada por Pedro Sereno.
Gaetano di Mauro é tetracampeão da classe Shifter, agora rebatizada como KZ (Foto: Bruno Gorski)
Na última edição do Campeonato Brasileiro de Kart, que foi disputado no Kartódromo Internacional da Granja Viana, em julho, categorias de caráter continental e internacional foram adotadas na competição pela primeira vez, como a Internacional OK — seguindo os padrões da principal classe do Mundial de Kart —, além da Codasur e Codasur Junior, com base nos padrões adotados pela Confederação Sul-Americana de Automobilismo.
 
A mudança do nome de Shifter para KZ se dá com efeito imediato e, como forma de fixar a nova alcunha entre os competidores, a CBA e também a Comissão Nacional de Kart vão promover uma ação para a 20ª edição da Copa Brasil de Kart, marcada para os dias 8 a 13 de outubro em Vespasiano, Minas Gerais.
 
Como incentivo a garantir um maior número de kartistas no grid, a entidade que comanda o automobilismo nacional vai oferecer a taxa de inscrição para a categoria KZ de forma gratuita, sendo totalmente subsidiada pela CBA.