Kart
02/06/2018 14:30

Di Mauro corre como convidado, brilha e vence duas baterias pela Academia Shell Racing na Copa SP de Kart

Gaetano di Mauro aproveitou a folga dos autódromos para dar sequência à sua preparação rumo ao pentacampeonato brasileiro de kart. Neste sábado, o piloto disputou a quinta etapa da temporada 2018 da Copa SP de Kart pela categoria Shifter e foi novamente dominante, vencendo as duas baterias da etapa. Caçula da Academia Shell Racing, Bernardo Gentil lutou muito por conta de problemas no motor, mas conseguiu somar pontos
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Gaetano di Mauro teve uma jornada quase perfeita em Interlagos na Porsche Carrera Cup (Foto: Victor Eleutério)

O fim de semana marcou a disputa da quinta etapa da temporada 2018 da Copa SP de Kart da Granja Viana. Nesta manhã de sábado (2), depois de dias de treinos livres, a Academia Shell Racing conquistou mais duas vitórias no ano, as duas pelas mãos de Gaetano di Mauro. O piloto de 20 anos disputou mais uma vez a competição como convidado e varreu a concorrência na categoria Shifter na esteira de mais uma jornada na sua preparação para o Campeonato Brasileiro de Kart, que acontece em julho também no Kartódromo da Granja Viana, onde vai buscar o pentacampeonato nacional. Bernardo Gentil, caçula da Academia Shell Racing, também esteve na pista pela classe Mirim, mas enfrentou uma jornada complicada por conta de falhas no motor do seu kart.
 
Novamente, Di Mauro mostrou que é o grande nome do kartismo nacional na classe Shifter, que são os karts com marcha. Na primeira bateria, Gaetano faturou a pole-position e manteve a primeira posição para vencer de forma dominante, de ponta a ponta. Na segunda prova, novamente na pole, o jovem piloto perdeu a ponta na largada, mas recuperou na abertura da segunda volta para não perder mais, completando mais uma jornada perfeita em Cotia.
 
Além de servir como preparação para o Brasileiro de Kart, a participação de Gaetano no fim de semana na Copa SP de Kart o ajudou a manter o ritmo de corrida uma semana antes de voltar a acelerar pela Porsche Carrera Cup, na classe 3.8, em Interlagos, que vai receber a quarta etapa do campeonato em substituição a Termas do Río Hondo, na Argentina.
Gaetano di Mauro teve um fim de semana perfeito na Shifter na Granja Viana (Foto: Divulgação)
“Estou muito feliz com o resultado e com o trabalho da Academia Shell Racing. Conseguimos acertar o kart e obtivemos 100% de aproveitamento. Esse desempenho me ajuda muito na Porsche pois me mantém bem treinado fisicamente e com reflexo nas corridas”, explicou o grande vencedor do sábado na Shifter, ressaltando a chance de estar em atividade para manter o ritmo mesmo nos períodos sem corridas nos autódromos.
 
“É muito importante estar sempre nas pistas. Esse kart é muito rápido, tem uma reação rápida, e isso me deixa bem preparado para a próxima etapa”, complementou.
 
Em contrapartida, Bernardo Gentil vivenciou um fim de semana bastante complicado. Aos oito anos, o competidor da classe Mirim lutou contra as adversidades em mais uma etapa do seu aprendizado no kartismo e mesmo com problemas no motor do seu kart — motor que é sorteado antes das etapas —, conseguiu marcar bons pontos.
Bernardo Gentil marcou pontos importantes mesmo com problemas no motor (Foto: Bruno Gorski)
Na primeira bateria, Gentil conseguiu alcançar a quarta colocação. E mesmo com a troca do motor para a segunda bateria, Bernardo voltou a enfrentar problemas. Ainda assim, o caçula da Academia Shell Racing ‘tirou leite de pedra’ para lidar com a falta de performance e terminar em sexto, o que não amenizou sua frustração. 
 
“Infelizmente eu tive um fim de semana muito ruim. Consegui o segundo tempo no treino oficial, mas peguei dois motores ruins nas corridas. Agora é pensar na próxima etapa. Vamos em frente”, declarou o dono do kart #88.
 
A sexta etapa da Copa SP de Kart da Granja Viana está marcada para 18 de agosto. Antes, em 23 de junho, acontece o Open do Brasileiro de Kart, última prova antes do campeonato nacional, agendado para julho.
PADDOCK GP ESPECIAL BAR DO ZÉ #1

AFINAL DE CONTAS, MÔNACO MERECE OU NÃO CONTINUAR NA F1?