Kart
13/12/2017 07:05

Capitaneada por Christian Fittipaldi, Academia Shell Racing mira título das 500 Milhas de Kart para fechar 2017 vencedor

Um verdadeiro esquadrão da Academia Shell Racing vai acelerar neste fim de semana na disputa da 21ª edição das 500 Milhas de Kart, tradicional evento que encerra o calendário do esporte a motor brasileiro. Com três karts, a equipe chefiada por Christian Fittipaldi vai contar com os multicampeões Gianluca Petecof, Diego Ramos, Vitor Baptista, Gaetano di Mauro, Dennis e Danilo Dirani e outros nomes de muito peso
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 A Academia Shell Racing fecha sua temporada vitoriosa neste fim de semana nas 500 Milhas de Kart (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)

Chegou a hora! O Kartódromo Internacional da Granja Viana recebe neste fim de semana a 21ª edição das tradicionais 500 Milhas de Kart, evento que encerra o calendário do esporte a motor no Brasil na temporada 2017. Recheada de grandes estrelas do automobilismo nacional e internacional, a prova também fecha um ano de ouro da Academia Shell Racing, que vai colocar nada menos que três karts na pista e um elenco estrelado, cheio de pilotos campeões e liderados por Christian Fittipaldi. A Academia Shell Racing vai colocar todo o seu esquadrão em ação na Granja Viana e vai mesclar a formação com outros tantos pilotos de larga experiência no kartismo. A largada da prova marcada para 12h30 (horário de Brasília) deste sábado (16).
 
Além de Christian Fittipaldi, a equipe vai ser formada pelas estrelas da Academia Shell Racing: os campeões Gianluca Petecof, Diego Ramos, Felipe Baptista, Gaetano di Mauro e Dennis Dirani, todos donos de títulos brasileiros de kart. O elenco ganha os reforços do jovem Thiago Vivacqua, do multicampeão Danilo Dirani, Vitor Meira e do campeão mundial de kart Ruben Carrapatoso. Definitivamente, um esquadrão de peso e muito respeito.
Christian Fittipaldi vai liderar o esquadrão da Academia Shell Racing neste fim de semana (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)
Líder da Shell Racing neste fim de semana nas 500 Milhas de Kart, Fittipaldi venceu com a marca em 2015, com direito a dobradinha. Sabedor do caminho das pedras, o experiente piloto agora busca repetir o feito para fechar da melhor forma a temporada. 
 
“Esse é meu terceiro ano com a Shell. No primeiro, em 2015, ganhamos e ainda ficamos com o segundo lugar, em Limeira. Estou confiante. Vai ser uma disputa bem forte, mas temos a receita. Agora, é colocá-la em prática”, disse Christian, feliz pela chance que tem de sempre voltar às origens no fim da temporada.
 
“Aprendi muito com o kart. Algumas pessoas que estão envolvidas com a modalidade são as mesmas da minha época. A diferença é que estamos mais velhos”, brincou o piloto. “O ânimo continua o mesmo. Essa parceria com a Shell é muito importante. É uma companhia chave nas corridas nacionais e internacionais. Para mim, é uma honra”, comemorou.
O esquadrão da Academia Shell Racing vai acelerar no Kartódromo da Granja Viana (Foto: José Mário Dias/Shell Racing)
A temporada 2017 foi muito vitoriosa para a Shell Racing em todas as frentes. No kart, conquistou nada menos que cinco títulos: Diego Ramos faturou o Brasileiro e a Copa Brasil de Kart na categoria Júnior, fazendo dobradinha com Felipe Baptista, que por sua vez também foi campeão do Brasileiro na Sudam Júnior e, no último fim de semana, da Copa SP Light de Kart, com Diego completando a dobradinha. E Gaetano di Mauro foi novamente campeão brasileiro na classe Shifter.
 

Na Stock Car, a TMG/Shell Racing conquistou quatro vitórias, duas com Átila Abreu e outras duas com Ricardo Zonta, e fechou a temporada na terceira colocação. No Brasileiro de Turismo, Di Mauro lutou até à última corrida, foi o maior vencedor do ano — com três triunfos — e fechou como vice-campeão da classe de acesso à Stock Car. Lico Kaesemodel também venceu na Porsche GT3 Cup, tanto na Sprint como também na Endurance Series, nesta ao lado de Zonta.
 
E Gianluca Petecof também brilhou muito em 2017. Depois de ter participado do Europeu de Kart, ter sido o ‘campeão moral’ na Sudam no Brasileiro de Kart deste ano e fechar o Mundial de Kart em sexto lugar na Inglaterra na classe OK, a principal do certame — sendo o mais jovem de todo o grid, com apenas 14 anos —, o piloto foi anunciado como o novo membro da Academia de Pilotos da Ferrari. A disputa das 500 Milhas de Kart vai ser sua primeira prova depois da confirmação. Ao todo, a Academia Shell Racing tem, antes das 500 Milhas, um cartel de 39 vitórias e 71 pódios em 2017, números que podem ser elevados ainda mais neste fim de semana.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018