FE

Apesar de prejuízo, Jaguar reafirma compromisso com FE: “É parte central de nossa estratégia”

A Jaguar sofreu um forte prejuízo no balanço financeiro do triênio julho-agosto-setembro, o equivalente a R$ 427,3 milhões, mas mesmo assim reafirmou que tem um compromisso de longo prazo com a Fórmula E e a I-PACE eTROPHY
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Mitch Evans e Nelsinho Piquet aceleram pela Jaguar em Valência (Foto: Jaguar Racing)
Em que pese o fato de a Jaguar está bem em momento de aumento no envolvimento com a Fórmula E, a situação financeira da montadora não é das melhores. A divulgação do balanço financeiro do triênio que compreende os meses de julho a setembro mostrou um prejuízo de £ 90 milhões - o equivalente a R$ 427,3 milhões.
 
Apesar do balanço bastante complicado da Jaguar Land Rover, os planos com relação à parte esportiva - especialmente a FE - não vão mudar. A categoria de apoio à FE, a I-PACE eTROPHY, também seguirá como planejado e operada pela própria marca. Partes do trem de força dos SUVs elétricos da nova categoria foram desenvolvidos pelo programa da marca na FE, que começou em 2016.
 
"A Jaguar tem um compromisso de longo prazo com a FE. É uma parte central da estratégia de eletrificação para o futuro da Jaguar Land Rover. Este compromisso é reforçado pela introdução da Jaguar I-PACE eTROPHY, que começa em dezembro. Estamos ansiosos para correr novamente nesta temporada", afirmou um porta-voz.
As primeiras imagens do novo carro da Jaguar na Fórmula E (Foto: Divulgação/Jaguar)
Mesmo com a confirmação dos objetivos esportivos, a questão financeira da Jaguar é algo para ficar atento nos próximos tempos. Após o anúncio do prejuízo de R$ 427,3 milhões - antes dos impostos -, algo que atribuiu a poucas vendas e incerteza na Europa a respeito do futuro de veículos a diesel e as implicações da saída do Reino Unido da União Europeia.
 
De acordo com a Jaguar, um plano de reinvenção está em curso, num valor total de £ 2,5 bilhões - R$ 11,8 bilhões - para "estabelecer as fundações para crescimento de lucro sustentável a longo prazo", como falou o diretor-executivo Ralf Speth.

A Jaguar manteve Nelsinho Piquet e Mitch Evans como dupla de pilotos da equipe de fábrica para a temporada 2018/19.