F3
31/03/2018 15:29

3º na estreia pela F3 Inglesa, Monger admite que jamais pensou em retornar às pistas com pódio. E fala em título

Billy Monger surpreendeu até ele mesmo ao subir ao pódio na reestreia como piloto de monoposto. Na abertura da temporada da F3 Inglesa, o jovem piloto protagonizou um retorno triunfal após quase um ano do acidente que fez com que as duas pernas dele precisassem ser amputadas
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Billy Monger em Oulton Park (Foto: Reprodução/Twitter)

Na retomada da carreira que parecia ter sido abreviada há um ano, quando um acidente custou as duas pernas dele, Billy Monger conquistou um terceiro lugar e foi ao pódio da F3 Inglesa em Oulton Park. O resultado deste sábado (31) é esplêndido, mas nem ele acreditava ser possível.
 
Monger recebeu um carro adaptado da Carlin para as três corridas da primeira etapa da temporada, neste fim de semana na pista de Oulton Park. Ainda não há lugar garantido para o resto do ano, mas um passo enorme foi dado hoje.
 
O piloto se classificou na quinta colocação, mas logo no começo herdou duas posições por conta de um toque entre dois dos ponteiros. Foi atacado, mas não cedeu o terceiro posto. O retorno, com pódio, festa e troféu é um sentimento doce num ano difícil.
 
"Se você me dissesse que eu subiria ao pódio na minha primeira corrida no retorno [às pistas], diria que você estava mentindo", afirmou. "Mesmo no começo dos testes da pré-temporada, porque eu ainda tinha muito trabalho a fazer", seguiu.
 
"Tem sido um processo. Estamos melhorando cada vez mais a cada vez [que vamos à pista] e é isso que me deixa provavelmente mais animado. Estou mais confortável no carro e com os controles, então ser terceiro logo assim no começo da temporada me deixa cheio de confiança de que lá pelo meio da temporada nós estaremos mirando em pódio a cada corrida", avaliou.
Billy Monger em Oulton Park (Foto: Reprodução/Twitter)

Apesar de nervoso no começo da prova, Monger foi capaz de estabilizar os sentimentos e se garantir no pódio. O objetivo agora é confirmar uma vaga para o resto do campeonato.
 
"Eu adoraria ter uma chance de ser campeão - e disputar uma temporada completa é o que eu e meu time queremos fazer. Tudo que posso até agora é crescer o máximo que eu possa, aprender muito nesse começo e, se isso me fizer ganhar corridas logo, isso é ótimo", encerrou.
 
A etapa de Oulton Park termina com mais duas corridas no domingo.
"RIDÍCULO E LEVIANO"

AJUDA DELIBERADA DA HAAS À FERRARI? NÃO FAZ SENTIDO ALGUM