F2

Schumacher exalta trabalho com Ferrari e se vê com “muito a aprender” na F2 após primeiros testes

Mick Schumacher liderou dia de testes na Fórmula 2 e falou sobre as diferentes experiências que vem passando pela pré-temporada. Alemão também destacou o apoio da Ferrari em 2019

Grande Prêmio / ERIC CALDUCH, Barcelona / GABRIEL CARVALHO, Campinas
Mick Schumacher teve sua primeira experiência com um carro de F2 ao início desta pré-temporada da categoria, que já conta com cinco dias de atividades divididos por em Jerez e Barcelona. Pilotando pela Prema, Mick chegou a anotar o tempo mais rápido no terceiro dia, e se mostra confiante com o aprendizado na nova categoria.

Em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO em Jerez, Schumacher falou sobre a vantagem que alguns pilotos tem pelo maior tempo de categoria, mas gosta do que apresentou até o momento na pista.

"É a mesma coisa para todo mundo. Talvez que os caras que correm por dois ou três anos tem uma vantagem em um clima frio como agora, de como escolher os pneus, de como eles trabalham. Pra mim, que sou um novato, posso correr mais pra entender como os pneus correm em baixas temperaturas, mesmo que em fim de semana de corrida não tenha esse clima. Mesmo assim, estou feliz pelos cinco dias de trabalho e estou ansioso pelo dia final", disse Mick, próximo de completar 20 anos de idade.

Campeão da F3 europeia em 2018, Schumacher também detalhou as simulações de corrida que participa nos testes, destacando aprendizado que vem ganhando com economia de pneus e a adequação do modo de pilotagem.
 
"É animador porque é diferente. Você tem que tratar os pneus diferente da classificação e precisa adaptar o estilo de pilotagem. É algo em que dá pra julgar como o piloto trabalha, entender como ele deve correr. Estou bem feliz, tenho muito a aprender, mas estou ansioso", comentou.
Mick Schumacher (Foto: FIA Fórmula 2)
Filho do heptacampeão Michael Schumacher, a promessa entrou para a academia de jovens pilotos da Ferrari, equipe em que o pai conquistou cinco títulos mundiais. Ele mostrou bastante felicidade pela oportunidade de trabalhar com a equipe, citando todos os apoios que vem recebendo em sua evolução.
 
"Significa muito pra mim. Sou muito grato em trabalhar com uma equipe tão ótima, especialmente pela história juntada por Schumacher e Ferrari. Sou feliz por trabalhar de perto com eles e quero aprender o máximo possível", contou Mick. "Em todas as perspectivas, eu tento aprender o máximo com os engenheiros que eles têm. Muito treinamento mental, mas bastante treinamento físico. Eles me apoiam a todo momento e em todo aspecto que preciso pra me tornar um piloto de elite", finalizou.

Mick estreará na Fórmula 2 no GP do Bahrein, que acontecerá em rodada dupla nos dias 30 e 31 de março, no circuito de Sakhir.