F1

Vettel diz estar triste com saída de “melhor parceiro que tive” Räikkönen: “Nunca tivemos problemas”

A Ferrari decidiu por colocar Charles Leclerc como companheiro de Sebastian Vettel em 2019 - mas o alemão, aparentemente, preferia a manutenção de Kimi Räikkönen, a quem chamou de “melhor companheiro que já tive”
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Sebastian Vettel, Kimi Räikkönen e Lewis Hamilton (Foto: Ferrari)
Sebastian Vettel terá como dupla em 2019 Charles Leclerc. Mas o piloto da Ferrari nunca escondeu que tinha outra preferência: Kimi Räikkönen. Apesar de uma recente 'bronca' no atual companheiro, ele já havia declarado que gostaria que o finlandês continuasse na escuderia italiana na próxima temporada.

Como isso não vai acontecer, resta a Vettel elogiar Räikkönen antes de sua saída para a Sauber. Nesta quinta-feira (13), em Singapura, palco da próxima etapa do Mundial, o alemão teceu vários elogios ao finlandês.

"Ele com certeza foi o melhor companheiro que já tive na F1", disse Vettel. "Uma coisa é mostrar isso em números e resutados, mas acho que isso não é o mais imporante. O mais importante é se vocês são companheiros que se respeitam."

"E provavelmente o grau de bobagens pelas quais eles passam juntos. Com Kimi, nunca tive problemas - desde o começo. E não acho que isso vai mudar até o final", seguiu.
Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen (Foto: AFP)
"Obviamente é uma grande chance para Charles, mas estou triste em saber que Kimi não estará mais aqui, porque nos damos muito bem mesmo sendo tão diferentes", completou.

Ele ainda revelou que não falou com Leclerc desde o anúncio da mudança: "Não tenho o número dele", brincou.

"Mas se eu encontrálo tenho certeza que encontrarei as palavras certas. E teremos tempo para trocarmos nossos telefones no futuro", finalizou o tetracampeão mundial.