F1

Verstappen ressalta bom desempenho do motor Honda, quilometragem e “carro ótimo” da Red Bull na Austrália

Max Verstappen adotou um discurso contido, mas não escondeu o quanto ficou satisfeito com o primeiro dia de trabalhos da Red Bull em Melbourne. Ao todo, o holandês completou 55 voltas sem maiores problemas e colocou o RB15 #33 entre os cinco primeiros nos dois treinos livres, finalizando a sexta-feira como o terceiro mais rápido
Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
Max Verstappen foi um dos grandes nomes do primeiro dia de treinos livres para o GP da Austrália, etapa que abre a temporada 2019 do Mundial de F1. Nesta sexta-feira (15), o holandês foi apenas 0s193 mais lento que Lewis Hamilton na equilibrada sessão realizada pela manhã, se colocando na quarta posição. Durante a tarde, Max andou durante a maior parte do tempo com os pneus médios, mas calçou os macios para ficar com a terceira melhor marca, 1min23s400, 0s800 atrás de Hamilton, o mais rápido do dia.
 
Ao todo, Verstappen completou 55 voltas e ficou satisfeito com o que viu do novo RB15 empurrado pelo motor Honda. O jovem de 21 anos fez questão de frisar que a unidade de potência japonesa funcionou bem durante todo o dia, cenário um pouco diferente em relação ao seu novo companheiro de equipe, Pierre Gasly, que teve de lidar com um pequeno problema com o propulsor.
 
“Estou bastante satisfeito com o dia”, declarou Max em entrevista coletiva logo após o fim do segundo treino livre na Austrália.
Max Verstappen gostou do que viu do novo RB15 empurrado pelo motor Honda na Austrália (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Fizemos um bom número de voltas, e acho que os tempos de volta também não foram ruins, embora a Mercedes pareça muito rápida. Eles claramente fizeram o dever de casa. Então, ainda temos muito trabalho a fazer e muitos dados a analisar”, salientou.
 
“No geral, o carro esteve ótimo. Sempre há algumas coisas que você pode melhorar, e vamos ver isso hoje à noite”, complementou Verstappen, reforçando o bom desempenho do motor Honda nesta sexta-feira. “Não houve problemas com o motor. Ele esteve bem”, disse.
 
Quando perguntado se a Red Bull está à frente da Ferrari neste fim de semana, Max prefere esperar o sábado de classificação para responder.
 
“Nós vamos descobrir isso amanhã. Só podemos olhar para nós mesmos e não podemos nos dar por satisfeitos ainda. Certamente, há coisas que ainda precisamos melhorar, mas isso vale para todo mundo. Foi somente o primeiro dia da temporada”, concluiu.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Austrália, prova que abre a temporada 2019 do Mundial de F1. Siga tudo aqui.