F1

Verstappen agride Ocon na pesagem após incidente no GP do Brasil e se revolta: “Eu deveria ter vencido”

Max Verstappen não escondeu que culpa Esteban Ocon pelo incidente que lhe tirou a vitória no GP do Brasil deste domingo (11). Na volta 43, o piloto da Force India dificultou a passagem do holandês, que estava na liderança, e acabou forçando um toque. Lewis Hamilton passou o adversário e acabou vencendo. Após a corrida, empurrou o francês na pesagem
Warm Up, de São Paulo / FELIPE NORONHA, de Interlagos
 Verstappen empurra Ocon depois do GP do Brasil: agressão aconteceu no parque fechado (Foto: Reprodução TV)

Max Verstappen liderava o GP do Brasil neste domingo (11) até a volta 43 - e isso depois de passar o final de semana afirmando que "não tinha chances". O que ele não esperava, porém, era que o triunfo seria retirado de suas mãos de forma inesperada e alheia ao seu trabalho.

Na volta 43, Verstappen foi tocado por Esteban Ocon, retardatário, e rodou, saindo da pista. Voltou em segundo, já que Lewis Hamilton conseguiu passá-lo. Não deu tempo para recuperar a liderança, apesar de volta a volta diminuir a distância.

E isso causou revolta no holandês. Em imagem flagrada pelo Canal Plus, da França, Verstappen agrediu Ocon durante a pesagem dos pilotos em Interlagos.

Não foi a primeira mostra de revolta do #33, que já havia chamado Ocon de "um puta idiota" no rádio da Red Bull.
Incidente entre Max Verstappen e Esteban Ocon no GP do Brasil 2018 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Na entrevista ainda na pista, logo após a corrida, Verstappen deixou claro que estava bravo com o rival: "Não sei o que dizer. Você vai para a pista com um grande carro, e do nada você é tirado por alguém que está tomando uma volta. Não sei o que dizer."
 
"Acho que foi melhor do que o esperado, o carro estava muito bom, a equipe me deu o melhor possível. Mas não deveria ter sido segundo. Eu deveria ter vencido", completou.

Assista: